Dunga se diz surpreso com doping de Fred, mas afirma confiar no jogador

  • Por Agência EFE
  • 05/08/2015 21h42
EFE Dunga se comparou aos afro-descendentes ao dizer que apanhou e gosta de apanhar da imprensa

O técnico Dunga disse nesta quarta-feira que recebeu com surpresa a notícia do doping do volante Fred, ocorrido durante uma partida da seleção brasileira pela Copa América do Chile, mas afirmou que confia no jogador.

“Foi uma surpresa para todos. Ele se disse inocente e vai se defender. Nós acreditamos no atleta”, disse Dunga no evento que marcou o início da contagem regressiva de um ano para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

No mesmo encontro, o coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi, destacou que a CBF já enviou todas as explicações solicitadas pela Conmebol sobre o caso de doping do volante.

“A CBF fez seu papel e mandou um representante ao laboratório no qual foi divulgado o resultado da contraprova. Na lista de medicamentos que levamos ao Chile e que entregamos à Conmebol não há esse remédio”, disse Rinaldi sobre a substância hidroclorotiazida, um diurético proibido pela Agência Mundial Antidoping (Wada) e que é normalmente usado para “mascarar” uso de outros compostos.

Fred foi convocado na última hora por Dunga para a disputa da Copa América no lugar de Luiz Gustavo, cortado por causa de uma lesão no joelho. O volante do Shakhtar foi titular na vitória por 2 a 1 sobre o Peru e também atuou na derrota frente à Colômbia por 1 a 0, mas depois perdeu o espaço na equipe principal.

“Nunca fiz uso de qualquer substância ilícita. Confio em minha inocência e vou a prová-la nos órgãos competentes. Tenho uma trajetória limpa no futebol”, afirmou em comunicado divulgado na semana passada, quando o caso foi revelado.