Durant marca “double-double” em volta e Warriors vence mais uma na NBA

  • Por Estadão Conteúdo
  • 09/04/2017 12h04

Kevin Durant chegou a 32 pontos e 8 rebotes na vitória dos Warriors

Kevin Durant chegou a 32 pontos e 8 rebotes na vitória dos Warriors

O Golden State Warriors vive grande fase e vinha de 13 vitórias consecutivas quando entrou em quadra na rodada de sábado da NBA. Não bastasse ser o principal time da temporada, a equipe de Oakland contou com o retorno de Kevin Durant diante do New Orleans Pelicans, em casa. Aí, ficou fácil para os anfitriões, que venceram com tranquilidade por 123 a 101.

Durant não atuava desde o dia 28 de fevereiro, quando sofreu uma contusão no ligamento do joelho esquerdo diante do Washington Wizards. Ainda fora de ritmo, o astro ficou longe de suas melhores atuações, mas fez o suficiente para ajudar sua equipe com um “double-double”.

O ala errou nove dos 15 arremessos que tentou, mas terminou com 16 pontos, 10 rebotes e seis assistências. Outros seis jogadores do Warriors anotaram ao menos dez pontos, com destaque para Klay Thompson, que marcou 20. O melhor time da NBA se deu ao luxo de poupar o armador Stephen Curry, com a justificativa de que ele havia sofrido uma pancada no joelho.

Sem possibilidades de playoffs, o Pelicans também entrou em quadra sem seus principais nomes, Anthony Davis e DeMarcus Cousins. Assim, quem teve espaço para brilhar foram os reservas Quinn Cook e Jordan Crawford, autores de 22 e 21 pontos, respectivamente.

Esta foi a 66.ª vitória do Warriors, disparado o melhor time da temporada e com a liderança do Oeste já confirmada para os playoffs. O Pelicans, por sua vez, é o décimo colocado da mesma conferência e perdeu pela 47.ª vez na competição.

Ainda no Oeste, o segundo colocado San Antonio Spurs recebeu o quarto, o Los Angeles Clippers, e perdeu por 98 a 87, mesmo com o retorno de seus principais jogadores, que haviam descansado sexta-feira, na vitória sobre o Dallas Mavericks. Apesar da derrota, os texanos já têm garantida a vice-liderança da conferência, enquanto o Clippers luta para se manter em quarto.

A forte defesa e o jogo coletivo ofensivo dos californianos fizeram a diferença no sábado. Chris Paul, com 19 pontos, foi o cestinha da equipe, mas outros cinco jogadores marcaram ao menos dez. Pelo Spurs, destaque mais uma vez para Kawhi Leonard, autor de 28 pontos.

Já no Leste, o Boston Celtics manteve-se no encalço do Cleveland Cavaliers e ainda sonhando com a primeira colocação ao derrotar o Charlotte Hornets por 121 a 114, fora de casa. Os 32 pontos de Isaiah Thomas definiram a 51.ª vitória do Celtics, mesmo número do Cavaliers, que tem um jogo a menos. Nicolas Batum marcou 31 pelo Hornets, que é o 11.º da conferência e está fora dos playoffs.

BRIGA PELOS PLAYOFFS – Com apenas mais quatro dias de temporada regular, cinco times brigam por três vagas nos playoffs da NBA. A disputa mais intensa é no Leste, onde três equipes ainda disputam dois espaços. Neste momento, vantagem para o Indiana Pacers, que alcançou a sétima colocação da conferência, com 40 vitórias e 40 derrotas, ao passar pelo Orlando Magic por 127 a 112 no sábado, fora de casa, com 37 pontos de Paul George.

O Chicago Bulls caiu para oitavo ao perder para o lanterna Brooklyn Nets por 107 a 106, na volta de Dwyane Wade, que estava lesionado. De nada adiantaram os 33 pontos de Jimmy Butler para s Bulls, que tem 39 vitórias e 41 derrotas, mesmo número do Miami Heat, que manteve as chances de classificação ao bater o Washington Wizards por 106 a 103, com 30 pontos e 12 rebotes de Hassan Whiteside. O time da Flórida, no entanto, leva desvantagem no confronto direto.

Ainda no sábado, o Milwaukee Bucks garantiu matematicamente vaga nos playoffs ao derrotar o Philadelphia 76ers fora de casa, por 90 a 82, e chegar a 41 triunfos, na sexta colocação do Leste.

Pelo Oeste, o Portland Trail Blazers praticamente confirmou a oitava vaga ao passar pelo Utah Jazz por 101 a 86, com incríveis 59 pontos de Damian Lillard. São 40 vitórias e 40 derrotas para o Blazers, contra 38 vitórias e 41 derrotas do Denver Nuggets, outro postulante à vaga.