Ecclestone diz concordar com lei antigay na Rússia e rasga elogios a Putin

  • Por Jovem Pan
  • 20/02/2014 18h39
Chefe da Fórmula 1Bernie Ecclestone

Depois da polêmica levantada pela lei antigay instaurada na Rússia pelo presidente Vladimir Putin, que proíbe propaganda gay entre os jovens, o ex-mandatário da Fórmula 1, Bernie Ecclestone resolveu colocar mais fogo na fogueira e disse que concorda com a postura de Putin.

Bernie afirmou, em entrevista à CNN, que “concorda completamente” com a política promovida no país do Leste Europeu.

“Ele não disse que não concorda (com a homossexualidade), mas sim que ele não quer que essas coisas sejam divulgadas para uma audiência com idade menos do que 18 anos”, disse. “Eu completamente concordo com esses sentimentos e, se você fizer um censo mundial, você vai perceber que 90% do mundo concorda com isso também”, completou Ecclestone.

O empresário de 83 anos de idade também rasgou elogios ao presidente Vladimir Putin e frisou que a Rússia tem feito um trabalho “de primeira classe” para a preparação do novo circuito que vai receber uma prova da F-1 na temporada 2014.

“Eu tenho grande admiração por ele (Putin) e sua coragem de dizer o que ele diz. Isso pode deixar algumas pessoas chateadas, mas é assim que as coisas funcionam. É como ele vê (o mundo) e eu acho que ele está completamente certo”, admitiu Bernie Ecclestone.