Edu Gaspar diz que Corinthians “tem que assumir responsabilidades” por eliminação

  • Por Jovem Pan
  • 17/03/2014 19h41

Edu GasparEdu Gaspar

A derrota do São Paulo para o Ituano, no Morumbi, não foi bem digerida por alguns membros do Corinthians e tanto o técnico Mano Menezes quanto o atacante Romarinho sugeriram um possível ‘corpo mole’ do Tricolor para eliminar o clube de Parque São Jorge do Campeonato Paulista. E em meio a essa polêmica, o gerente de futebol Edu Gaspar, resolveu se pronunciar.

O dirigente corintiano adotou uma postura completamente diferente de Mano Menezes e Romarinho e frisou nesta segunda-feira (17) que a culpa pela desclassificação do Corinthians foi o próprio time.

“Eu digo que não vamos envolver uma coisa com a outra”, disse Edu, afastando a situação do São Paulo da conversa. “Acho que o problema da classificação do Corinthians foi o próprio Corinthians. Temos que assumir as nossas responsabilidades, saber analisar o que erramos e não voltar a cometer esse tipo de erro”, prosseguiu.

O gerente de futebol corintiano observou que, a parte mais importante neste processo pós-queda no estadual é fazer um balanço da campanha no torneio e estudar o que foi feito de forma errônea.

“Acho que está bastante claro onde deixamos a desejar. Começamos bem o Campeonato Paulista contra a Portuguesa, contra o Paulista de Jundiaí, depois vem uma série de quatro derrotas que nós não esperávamos. Está aí o problema da nossa classificação. Nós, em teoria, neste jogo contra o Penapolense, nós deveríamos estar brigando pela classificação em primeiro no grupo e não para estar com uma possível classificação. Por aí começamos. Temos que saber de nossas responsabilidades e assumi-las”, finalizou Edu Gaspar.

Fora da fase de mata-mata do Paulista, o Corinthians entra em campo nesta quarta-feira (19), às 22h (de Brasília), para enfrentar o Bahia de Feira de Santana, na primeira fase da Copa do Brasil, e depois encerra sua participação no Paulistão 2014 no domingo (23), quando recebe o Atlético Sorocaba, no estádio do Pacaembu, às 16h.