Eduardo Paes evita polêmica com COI e afirma que é preciso “trabalhar muito”

  • Por Agência EFE
  • 29/04/2014 15h37
RIO DE JANEIRO, RJ, 08.11.2013: TRANSOLÍMPICA/RJ - O prefeito do Rio Eduardo Paes e o governador Sérgio Cabral na primeira detonação de rochas para a perfuração do túnel da Transolímpica, na Serra do Engenho Velho, na zona Oeste. Evento marcou a contagem regressiva de mil dias para os Jogos Olímpicos do Rio em 2016. Acompanhados pelo presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, Paes e Cabral também visitaram as obras no Parque Olímpico na Barra da Tijuca. (Foto: Erbs Jr./Frame/Folhapress)Eduardo Paes durante evento que marcou a contagem regressiva de mil dias para os Jogos do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, não polemizou nesta terça-feira diante das críticas feitas pelo vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), John Coates, em evento na Austrália.

“Nós temos que aceitar as críticas e trabalhar muito. Temos que trabalhar com muito zelo e dedicação para entregar tudo direitinho”, admitiu o prefeito carioca.

Em diversos momentos, Paes afirmou que as obras para os Jogos Olímpicos estão com prazos em dia, e atribuiu críticas anteriores a pressão feita pelas federações, que tem como objetivo forçar a construção de estádios com capacidade superior ao necessário.

Antes do prefeito, o Comitê Organizador dos Jogos do Rio de Janeiro respondeu às críticas do vice-presidente do COI, pedindo que o foco esteja na preparação para o evento e não nas discussões.

“É tempo de focarmos mais no trabalho e no engajamento dos Jogos Rio 2016. Já passamos da hora em que discussões genéricas sobre o progresso da preparação possam contribuir com a evolução da jornada rumo aos Jogos”, pronunciou-se o comitê através de sua conta no Twitter.