Elias admite favoritismo do Corinthians e Jadson pede time ofensivo

  • Por Jovem Pan
  • 05/05/2015 18h42

O volante Elias admitiu o favoritismo do CorinthiansElias durante treinamento do Corinthians

O Corinthians se prepara para enfrentar o Guaraní-PAR, na noite desta quarta-feira (6), em duelo válido pelas oitavas de final da Copa Libertadores 2015, e o volante Elias já começou a projetar a partida decisiva.

Nesta terça, depois de receber a notícia de que havia sido convocado para defender a Seleção Brasileira na Copa América, o meio-campista admitiu que os corintianos são favoritos no duelo, mas ressaltou que a equipe precisa confirmar a condição dentro de campo.

“Temos de assumir a responsabilidade de ter uma equipe mais forte e jogar pela vitória. Vamos retomar o padrão e não fugir do que já fizemos, o que nos trouxe até aqui. Temos uma forma de jogar e vamos manter dessa forma. Dependendo do andamento da partida, podemos segurar ou agredir mais o adversário”, declarou. “Desde o jogo contra o Santos, foram cinco partidas de exigência muito alta. Deu para recuperar os jogadores com pequenas lesões e recuperar o nível físico, técnico e de concentração. Para amanhã, estamos a nível top de competição”, completou.

O meia Jadson também falou antes do confronto desta quarta e observou que o Corinthians precisa jogar ofensivamente mesmo atuando fora de casa, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção (PAR).

“Todas as equipes que passaram da fase eliminatória não passaram à toa. O Guaraní teve méritos. Teremos de entrar firme e respeitar. Será um jogo duro, vão buscar a vitória, mas vamos para cima também, não viemos aqui empatar por 0 a 0. Vamos agredir”, afirmou o camisa 10.

Depois de visitar o Gararaní-PAR, nesta quarta (6), o Corinthians recebe o rival paraguaio, na Arena Corinthians, no dia 13, para o duelo de volta das oitavas.