Em domingo agitado, Ponte sai na frente, mas perde para o São Paulo por 2 a 1

  • Por Jovem Pan
  • 15/03/2015 17h55

Alan Kardec marcou o gol do São Paulo sobre a Ponte Preta

Alan Kardec comemora gol da vitória do São Paulo sobre a Ponte Preta

Em um domingo marcado muito mais pelos protestos ao redor do Brasil do que pelos campeonatos de futebol ao redor do país, a Ponte Preta recebeu o São Paulo, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), e até largou em vantagem no placar, mas acabou cedendo a virada no segundo tempo e, assim, o duelo terminou com triunfo são-paulino por 2 a 1. Roni, pela Ponte, e Paulo Miranda e Alan Kardec, do lado tricolor, marcaram os gols.

A Ponte Preta reclamou muito nos minutos finais do segundo tempo, quando Alan Kardec tentou afastar de cabeça da área e tocou com a mão na bola, mas o pênalti não foi marcado. Os jogadores da Macaca aproveitaram o clima do dia 15 de março e muito protestaram.

No primeiro tempo, a Ponte Preta começou jogando melhor e abriu o placar aos nove minutos, com Roni, que recebeu cruzamento de Rodinei e cabeceou para o gol, após vacilo da zaga tricolor. O jogador, que tem contrato com o São Paulo, fez as vezes de algoz para inaugurar o marcador: 1 a 0.

No restante da etapa inicial, a Ponte Preta seguiu dominando as ações, marcando muito bem e ainda quase fez o segundo gol, aos 35 minutos, quando Bruno Silva mandou chute de longe e acertou a bola no travessão da meta defendida por Rogério Ceni. O São Paulo pouco criou no primeiro tempo, jogou mal e foi para os vestiários com desvantagem mínima.

No segundo tempo, aos 21 minutos, o zagueiro Paulo Miranda aproveitou cruzamento da esquerda e, livre, pegou de primeira, com a perna esquerda, para acertar o canto esquerdo do gol de João Carlos e deixar tudo igual: 1 a 1.

Ainda houve tempo para, aos 39 minutos, Ewandro cruzar da esquerda para Alan Kardec e o camisa 14 mandar de peito para o gol, virando o jogo para o São Paulo: 2 a 1.

Com o resultado, o São Paulo sobe para 23 pontos e continua na liderança do grupo 1, com campanha de sete vitórias, dois empates e uma derrota. Já a Ponte estaciona nos 18 pontos, conquistados em campanha de cinco vitórias, três empates e duas derrotas, e segue na segunda colocação do grupo 2, atrás do Corinthians, que soma 23 pontos.

Na próxima rodada, a 11ª do Campeonato Paulista, o São Paulo enfrenta o Marília, em jogo que será realizado no Morumbi, às 16h do domingo (22). Já a Ponte Preta atua um dia antes, no sábado (21), às 18h30, quando visita o Bragantino, no estádio Nabi Abi Chedid.

Antes da próxima rodada do estadual, entretanto, o São Paulo tem compromisso pela Copa Libertadores. No meio da semana, na quarta-feira (18), às 22h, a equipe recebe o San Lorenzo, no Morumbi.