Em entrevista, Ronaldo Fenômeno cogita voltar a jogar profissionalmente nos EUA

  • Por Jovem Pan
  • 14/01/2015 16h55

Atcante é coproprietário do Fort Lauderdale Reprodução Em entrevista

Ronaldo Fenômeno está aposentado desde 2011, mas quer voltar a atuar agora com seus 38 anos de idade. Em entrevista à Sports Illustrated, o craque revelou que pretende vestir a camisa do Fort Lauderdale Strikers, clube em que é coproprietário nos Estados Unidos. A equipe faz parte da North American Soccer League (NASL).

“Vou tentar jogar alguns jogos. Este ano eu quero treinar muito. Os últimos três anos eu não fiz porque eu estava muito ocupado em outras coisas. Talvez se a gente chegar à final e se eu estiver me sentindo bem, por que não? Vou colocar meu nome na NASL como uma opção”, declarou.

O ex-jogador explicou o motivo de não ter se envolvido na gerência de clubes. Segundo ele, é muito difícil trabalhar com 30 jogadores que pensam de formas distintas.

“Eu não posso ser um gerente, porque acho muito difícil trabalhar com 30 jogadores que pensam de maneiras diferentes. Acredito que como proprietário tenho mais a ensinar. Eu tenho trabalhado em muitas coisas diferentes e agora é uma grande oportunidade para gerenciar como proprietário uma grande equipe. O Fort Lauderdale é uma equipe com história, tradição. O futebol nos Estados Unidos está crescendo, então acredito ser uma grande chance”, comentou.

A apresentação do campeão mundial de 1994 e 2002 com a Seleção Brasileira acontecerá às 18h (de Brasília). Ele esteve envolvido com o comitê de organização da última Copa do Mundo e foi cabo eleitoral da campanha de Aécio Neves (PSDB) para presidência da república.

O craque jogou profissionalmente pela última vez em 2011, na derrota do Corinthians para o Tolima por 2 a 0, resultado que eliminou o Timão precocemente da Libertadores daquele ano, ainda na fase preliminar.

A NASL conta com o New York Cosmos, última equipe do Rei Pelé. O espanhol Raúl, ídolo do Real Madrid, veste as cores do ex-time do rei do futebol. O brasileiro Kléberson, campeão mundial ao lado de Ronaldo há 12 anos, atua na liga pelo Indy Eleven.