Em jogo de baixa qualidade técnica, Corinthians e Coritiba ficam no 0 a 0

  • Por Jovem Pan
  • 03/08/2014 17h58

Coritiba e Corinthians não passaram de um empate sem gols

Folhapress Coritiba e Corinthians ficam no 0 a 0

O Corinthians entrou em campo para enfrentar o Coritiba, na tarde deste domingo (3), no estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), e em um jogo muito mais marcado por faltas e reclamações do que pelo bom futebol, as duas equipes ficaram no resultado que refletiu o que foi a partida: um empate sem gols.

O duelo não foi de boa qualidade e as duas equipes criaram pouquíssimas chances boas de gol, sendo que as melhores foram em cobranças de falta, ambas no primeiro tempo, uma efetuada por Alex e outra por Jadson. Em ambas, os goleiros brilharam.

Com o resultado, o Corinthians chega aos 24 pontos e perde a chance de se aproximar mais do líder Cruzeiro, que também empatou na rodada e manteve os cinco pontos de frente em relação ao alvinegro paulista. Já o Coritiba sobe para 11 pontos e segue na zona de rebaixamento, sendo o 17º colocado e primeiro dentro da zona da degola.

Na 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Coritiba entra em campo no sábado (9), às 21h (de Brasília), quando mede forças com o Fluminense, no Maracanã. Já o Corinthians tem clássico contra o Santos, no domingo (10), às 16h, na Vila Belmiro.

O jogo – O duelo no Couto Pereira começou bem movimentado e a primeira chance clara de gol foi criada pelo Coritiba, logo no segundo minuto de jogo. Cléber fez falta em cima de Zé Eduardo, perto da área e, na cobrança, Alex bateu muito bem e o goleiro Cássio espalmou para evitar o gol.

O primeiro tempo, no geral, foi mais marcado por faltas e muita discussão com a arbitragem do que por lances bonitos e jogadas efetivas. Em uma das poucas oportunidades de gol, com 18 minutos, Norberto carregou e finalizou, mas Cássio defendeu.

Aos 34, foi a vez de um lance polêmico ocorrer no Couto Pereira. Romarinho partiu com a bola, o goleiro Vanderlei saiu do gol para evitar a finalização do jogador adversário e o atacante corintiano caiu dentro da área. O Corinthians pediu pênalti, mas ficou claro que o camisa 31 tentou enganar a arbitragem e Vuaden nada marcou.

Tentando controlar os ânimos, já que os jogadores contestavam muito a arbitragem, o árbitro aplicou cartões amarelos em Fagner e Zé Eduardo, aos 41.

Antes da ida aos vestiários, foi a vez de o Corinthians assustar. Na primeira chance de real perigo criada pelo time de Parque São Jorge, Jadson cobrou falta de longe, direto para o gol, e viu o goleiro Vanderlei se esticar para espalmar e evitar o gol. O primeiro tempo terminou com 0 a 0.

O segundo tempo não começou melhor do que o segundo tempo e a partida seguiu muito parada, com muitas faltas. Aos 19 minutos, o Corinthians ficou com um jogador a menos, quando Fágner fez falta em Zé Eduardo, tomou o segundo amarelo e foi expulso.

Em vantagem numérica, o Coritiba até tentou pressionar o Corinthians no restante da etapa complementar, mas não conseguiu se impor dentro de campo. A partida seguiu com baixa qualidade técnica e nenhuma das equipes chegou ao gol. Pelo futebol jogado por ambos os times, o empate sem gols foi o resultado mais justo.