Em meio a processo de divórcio, Cavani perderá jogo do PSG no fim de semana

  • Por Agencia EFE
  • 07/03/2014 14h23

Paris, 7 mar (EFE).- O centroavante uruguaio Edinson Cavani, do Paris Saint-Germain, envolvido em processo de divórcio com Soledad Cabris, mãe de seus dois filhos, não disputará neste sábado o duelo entre sua equipe e o Bastia, pelo Campeonato Francês, revelou o técnico Laurent Blanc.

“Não chegou ainda, e não chegará antes do sábado. A única coisa que posso dizer é que está no Uruguai para resolver problemas pessoais”, disse hoje o comandante do PSG em entrevista coletiva concedida na capital francesa.

Cavani voltou a jogar pelo clube no último fim de semana, depois de quase um mês de ausência por causa de uma lesão. O atacante marcou uma vez na vitória sobre o Olympique de Marselha por 2 a 0.

Depois disso, o atacante viajou para o Uruguai para participar da audiência do divórcio, já que não atuou no empate entre a seleção celeste e a Áustria, por 1 a 1, na cidade de Klagenfurt.

Em entrevista concedida logo após ao comparecimento à justiça, Cavani explicou que busca resolver a situação da maneira mais rápida possível, para que não haja problemas na sua vida profissional.

“Estou tentando enfrentar tudo da melhor maneira para que me afete o menos possível no esportivo”, disse o jogador.

Segundo o jornal “El País”, Cavani confia em ter chegado a uma solução no litígio com Soledad Cabris, que reivindica pensão mensal de US$ 30 mil a US$ 40 mil, além de participação na divisão de bens do casal.

Cavani e Soledad já não vivem juntos desde o fim de 2012, após o nascimento de Lucas, segundo filho do casal. O jogador entrou com pedido de divórcio em abril do ano passado. EFE