Em reabilitação, Phelps admite problemas com bebida: “não queria mais estar vivo”

  • Por Jovem Pan
  • 12/11/2015 11h20
Se recuperando de problemas com bebidas

O sucesso e o reconhecimento nem sempre é tudo na vida de um atleta e o maior medalhista da história das Olimpíadas é prova disso. Detido em três oportunidades por dirigir bêbado e envolvido em algumas polêmicas por uso de maconha, Michael Phelps embarcou num caminho que poderia acabar com sua carreira, mas se recuperou e voltar a trilhar o caminho do sucesso.

Em entrevista a revista Sports Illustrated, o nadador americano comentou sua fase de reabilitação após ter sido detido em setembro de 2014. Em reabilitação, Phelps abriu o jogo, admitiu problemas com álcool e afirmou que luta contra a depressão.

“Eu realmente estava em um lugar escuro. Não queria mais estar vivo”, afirmou o dono de 22 medalhas olímpicas (18 de ouro).

Retomando os bons resultados e sonhando com os Jogos do Rio-2016, o americano afirmou que agora finalmente está se conhecendo de verdade.

“Descobri muitas coisas sobre mim que eu provavelmente sabia, mas eu não queria perceber. Uma deles foi que por um longo tempo, me via como o atleta que eu era, mas não como um ser humano. (Na reabilitação) pude estar com estranhos que sabem exatamente quem eu sou, mas não me respeitavam pelo que eu fiz, mas sim pelo o que sou enquanto ser humano”, declarou o multicampeão.