Em retorno ao Morumbi, São Paulo vence o Oeste com gol no final

  • Por Jovem Pan
  • 02/04/2016 19h43
SP - PAULISTÃO/SÃO PAULO X OESTE - ESPORTES - Hudson, do São Paulo, comemora após marcar gol em partida contra o Oeste, válida pela 14ª rodada do Campeonato Paulista, no Estádio do Morumbi, em São Paulo, neste sábado. 02/04/2016 - Foto: ALEX SILVA/ESTADÃO CONTEÚDOSão Paulo vence Oeste

Diante de um Oeste ameaçado pelo rebaixamento, o São Paulo fez a sua primeira partida no Morumbi em 2016. O tricolor iniciou o jogo dominando as ações, mas trocava passes sem conseguir chutar a gol. Recuado, o time de Itápolis tentava o contra-ataque.

Sem conseguir penetrar na zaga do Oeste, o São Paulo passou a alçar a bola na área com Ganso, sem levar perigo ao adversário, no entanto. Aos 23 minutos, Mena recebeu de Calleri pela esquerda e chutou forte, a bola acabou desviada para escanteio. Foi a primeira oportunidade clara de gol no Morumbi.

Faltando 15 minutos para o final do primeiro tempo, o jogo ficou mais travado e lento, o São Paulo movimentava a bola apenas para os lados e não conseguia concluir as jogadas. Aos 43 minutos, em contra-ataque, foi o Oeste quem conseguiu abrir o placar logo no primeiro chute a gol: Fernandinho cruzou da ponta esquerda e a bola atravessou a área inteira até encontrar Cristiano, que completou para as redes.

O São Paulo tentou dar uma resposta com Michel Bastos, que finalizou de dentro da grande área, mas Leandro fez boa defesa. No rebote, Ganso e Daniel tentaram colocar a bola para dentro, sem sucesso. Em seguida, o árbitro apitou o fim do primeiro tempo. Sob vaias da torcida, os jogadores deixaram o campo.

O time de Bauza voltou ao segundo tempo com Kelvin no lugar de Daniel, que pouco criou no primeiro tempo e errou muitos passes. Mudou também a postura do time, que foi com tudo para cima do Oeste. Aos dez minutos, a pressão deu resultado: Bruno cruzou para a área, Hudson desviou de perna esquerda e encobriu o goleiro.

Empolgado, o tricolor passou perto do segundo gol com uma cabeçada de Rodrigo Caio, após cruzamento de Michel Bastos. Em nova bola alçada por Michel, Ganso também perdeu chance de fazer de cabeça.

Aos 18 minutos, Bauza colocou Caramelo no lugar de Bruno na ala direita do São Paulo. No Oeste, o técnico Renan Freitas trocou Guilherme Amorim por Dionísio e manteve o meio de campo congestionado para impedir as investidas dos donos da casa.

Aos 28, Ganso enfiou a bola para Calleri, que se chocou com o goleiro na tentativa do drible e caiu dentro da área. O árbitro assinalou pênalti, mas, para desespero da torcida, o zagueiro Maicon não converteu. Foi o quinto pênalti perdido pelo São Paulo em seis tentativas na temporada.

Depois de desperdiçar o pênalti, o tricolor perdeu também o ímpeto. Até que, no finalzinho, após Mena cruzar e Calleri desviar, Maicon pegou a sobra perto da segunda trave e mandou a bola pro fundo do gol. No retorno ao Morumbi, diante de pouco mais de 10 mil torcedores, o São Paulo conseguiu vencer o Oeste mesmo sem uma grande atuação. Com o resultado, o time de Itápolis caiu para a série A2 do Campeonato Paulista.