Em retorno, Kubica dá 142 voltas e fica em 4º em teste da Fórmula 1 na Hungria

  • Por Estadão Conteúdo
  • 02/08/2017 14h59 - Atualizado em 06/11/2017 11h37
EFEKubica não pilotava um carro da F1 desde 2011, quando deixou a categoria após um grave acidente

Robert Kubica teve desempenho considerado impressionante na sua volta à ação na Fórmula 1. Nesta quarta-feira (2), o polonês participou do segundo e último dia de testes coletivos no Hungaroring, localizado nas proximidades de Budapeste, e fechou a atividade na quarta colocação pela Renault.

Kubica sofreu um grave acidade no início de 2011, quando participava de uma prova de rali, tendo sofrido lesões no braço direito. Por causa desse problema, ele precisou deixar a Fórmula 1. Nos últimos meses, começou a esboçar um retorno ao participar de testes pela Renault com carros antigos da categoria máxima do automobilismo.

O seu bom desempenho, então, levou a Renault a escalá-lo para os testes coletivos na sequência do GP da Hungria, para avaliar a condição de Kubica para voltar a pilotar competitivamente na Fórmula 1. E a reposta dada pelo polonês nesta quarta foi considerada positiva.

Kubica foi o quarto colocado nas atividades com a marca de 1min18s572, um tempo bem próximo do registrado pelo britânico Jolyon Palmer, um dos pilotos da Renault, no treino de classificação do GP da Hungria, com 1min18s415, ainda que o tempo do polonês tenha sido registrado com pneus ultramacios.

Mais do que o tempo cravado por Kubica, o que mais chamou a atenção foram as 142 voltas registradas pelo polonês, um pouco a mais do que o dobro do GP da Hungria, que no último domingo teve 70 voltas. E o número só foi inferior ao registrado pelo italiano Luca Ghiotto, que deu 161 voltas pela Williams.

A atividade foi liderada pelo alemão Sebastian Vettel, que venceu o GP da Hungria no último domingo (30) e agora cravou a marca de 1min17s124. Estreando em uma atividade pela McLaren, o britânico Lando Norris, de apenas 17 anos, ficou na segunda posição, com a marca de 1min17s385. O finlandês Kimi Raikkonen, que dividiu o carro da Ferrari com Vettel, ficou na terceira posição, com 1min17s842, sendo o último piloto a fazer uma volta em menos de 1min18.

Kubica foi seguido pelos dois pilotos da Toro Rosso, com Carlos Sainz em quinto lugar e Daniil Kvyat na sexta posição. A Force India também dividiu o seu carro entrs dois pilotos, com o austríaco Lucas Auer, que compete na DTM, em sétimo e o russo Kikita Mazepin, participante da Fórmula 3, em nono. E entre os dois pilotos ficou o britânico George Russell, da GP3, em oitavo lugar, pela Mercedes.

A relação dos dez primeiros colocados foi completada pelo francês Pierre Gasly, da Red Bull. Ghiotto foi o 11º, com o norte-americano Santino Ferrucci, da Haas, em 12º e o japonês Nobuharu Matsushita, debutante em um Fórmula 1, pela Sauber, e que compete na Fórmula 2, na última posição.

Agora, com o fim dos testes no Hungaroring, a Fórmula 1 está oficialmente nas suas tradicionais férias do verão europeu. A próxima etapa do campeonato será o GP da Bélgica, em 27 de agosto.