Em tom confiante, Nobre celebra patrocínio e vê Palmeiras com credibilidade

  • Por Jovem Pan
  • 22/01/2015 13h00
SÃO PAULO, SP, 22.01.2015: FUTEBOL-PALMEIRAS - O presidente Paulo Nobre anuncia o novo patrocinador master do Palmeiras, na Academia de Futebol, no bairro da Barra Funda, zona oeste de São Paulo, nesta quinta-feira. A Crefisa será a patrocinadora do alviverde por duas temporadas. (Foto: Bruno Ulivieri/Brazil Photo Press/Folhapress) Folhapress Paulo Nobre posa com nova camisa do Palmeiras

Um dia após ter completado dois anos de gestão no Palmeiras, Paulo Nobre foi à sala de imprensa, nesta quinta-feira (21), apresentar, em tom orgulhoso, o novo patrocínio master do clube para o biênio 2015-16. O mandatário rebateu as críticas já sofridas por ele devido a demora em fechar negócio e exaltou a “credibilidade” que o clube ganhou, segundo ele, nos últimos anos. Mesmo tendo brigado contra o rebaixamento até a última rodada do Campeonato Brasileiro de 2014, o Palmeiras se fortaleceu e hoje, na visão de Nobre, “colhe os frutos”.

Por R$ 46 milhões em dois anos, a Crefisa estampará a área principal da camisa alviverde nas próximas temporadas. “Ontem fiz dois anos de gestão, e este foi um presente maravilhoso. Durante este período investimos no sócio-torcedor, que hoje é uma fonte de receita quase de um master. Hoje posso dizer que temos a Crefisa, o melhor patrocínio da história do clube, e temos um Avanti [programa de sócio-torcedor] que corresponde a um segundo master”, afirmou o mandatário.

Antes de acertar com o Palmeiras, a Crefisa também estava em negociações com o arquirrival São Paulo. Assim como na “novela Dudu”, o Verdão se saiu melhor, mas Nobre evitou falar em “chapéu” no time do Morumbi. “Este lado é um lado do torcedor, desde que não tenha violência é uma brincadeira até sadia entre torcedores. Eu encaro que a Crefisa quis entrar no futebol, avaliou alguns projetos, e optou pelo projeto do Palmeiras”, disse.

Ao lado de Nobre, Leila Pereira, presidente da empresa, exaltou o “projeto” palmeirense. “Acredito muito no projeto do Palmeiras. Fomos procurados por outros clubes, e fechamos pelo projeto espetacular apresentado. O valor do Palmeiras foi mais alto, mas a escolha foi o projeto. É uma honra muito grande. São Paulo fez proposta, sim, mas a proposta do Palmeiras foi muito melhor, o projeto é muito melhor”, ressaltou.

Começando seu novo mandato, que vai até 2016, Nobre celebrou os obstáculos superados por sua diretoria. “Na primeira gestão, ninguém merecia passar o que a gente passou. O meu novembro de 2014 não desejo ao meu pior inimigo, mas passamos. E agora estamos começando a colher os frutos”. Em tom confiante, o mandatário seguiu comemorando o atual momento do clube. “A grandeza do Palmeiras independe de qualquer dirigente. O Palmeiras tem um nome construído, e é isto que atrai tantas pessoas para fazer investimentos. A credibilidade que o Palmeiras adquiriu nos últimos dois anos, junto com o peso de uma camisa centenária é o que aproximou a Crefisa”, finalizou.