Em vídeo, São Marcos defende F. Melo e brinca: “uruguaio pôs a cara na mão dele”

  • Por Jovem Pan
  • 27/04/2017 15h34
Felipe Melo foi um dos destaques da virada do Palmeiras sobre o Peñarol; antes e depois do jogo

A virada do Palmeiras sobre o Peñarol e, especialmente, a confusão envolvendo os jogadores de ambas as equipes após o apito final ainda repercutem. Até Marcos, ídolo palmeirense e campeão da Libertadores da América em 1999, falou a respeito do episódio ocorrido na noite desta quarta-feira no estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu, Uruguai.

Através de um vídeo que está circulando nas redes sociais, o eterno camisa 12 elogiou o resultado conquistado pelo Palmeiras diante do Peñarol e classificou a virada como “sensacional”. No entanto, Marcos lembrou que que sempre que um time brasileiro vai ao país vizinho e vence, os uruguaios costumam responder com violência: “A Conmebol deixa isso acontecer todo ano e não muda nunca”.

Já sobre a confusão após o término do jogo, o ex-jogador mostrou seu bom humor e defendeu o volante Felipe Melo, que após ser perseguido por Mier, deu um soco no atleta do Peñarol. “O Felipe Melo não pôs a mão na cara do uruguaio. Foi o uruguaio que pôs a cara na mão dele”, finalizou São Marcos.

Confira o vídeo: