Em volta ao Pacaembu, Mano Menezes destaca sacrifício de jogadores para Derby

  • Por Jovem Pan
  • 24/10/2014 18h41
durante o treino desta manha no CT Joaquim Grava, zona leste da cidade. O próximo jogo da equipe sera amanha, dia 25/10, contra o Palmeiras/SP, no Pacaembu, valido pela 31a. rodada do Campeonato Brasileiro de 2014. Sao Paulo / SP - Brasil - 24/10/2014. Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. CorinthiansMano Menezes comandou o último treino do Corinthians antes do clássico diante do Palmeiras

Após derrotar o Vitória por 2 a 1 na última quarta-feira, em Cuiabá, Mano Menezes já projeta o time para o clássico diante do Palmeiras, neste sábado. Que mesmo com todo o desgaste causado pela viagem e pouco tempo de treinamento para o confronto contra o rival paulista, o treinador avaliou a dedicação dos atletas e elogiou a “entrega” do grupo em um momento muito importante da competição nacional.

“Os jogadores se dedicaram muito, se sacrificaram. Foi uma semana de alto desgaste físico. Certamente no clássico esse desgaste vai se refletir com mais intensidade. Precisamos estar muito concentrados e continuar nos sacrificando”, disse o técnico em entrevista coletiva concedida no CT corintiano nesta sexta-feira (24).

Outro assunto muito comentado pelo treinador é a volta do Corinthians ao Pacaembu. Após quase seis meses sem atuar no estádio (o último jogo do Alvinegro no estádio foi no dia 27/04, uma vitória sobre o Flamengo por 2 a 0), Mano concorda com isso, mas ressalta que, jogando como visitante, só o decorrer da partida deixará os jogadores novamente à vontade no estádio.

“Embora o mando seja do Palmeiras, o Pacaembu é muito familiar para o Corinthians. Mas saber se vamos nos sentir à vontade ou não depende do jogo. Existe a intenção do lado de lá e a do lado de cá. E a de lá é deixar o Corinthians não se sentir à vontade. Eu espero um jogo duro, um clássico muito disputado, tendo em vista a característica do Palmeiras após a chegada do Dorival. Acredito que vai ser muito disputado”, disse o técnico.

Para concluir, Mano Menezes ignorou o tabu que está favorável ao Corinthians no estádio municipal. “O fato de o Corinthians não perder há bastante tempo é mérito do que foi feito até antes desse clássico. Se quisermos manter, teremos de jogar bem durante os 90 minutos. Não dá para ficar acreditando em Papai Noel. Agora o Pacaembu é mais casa do Palmeiras do que nossa, ao menos nesta temporada”, concluiu o treinador.