Empresário de Neymar rebate Santos e vê negócio “transparente” com o Barça

  • Por Jovem Pan
  • 05/01/2015 14h01

Craque brasileiro está em ótimas condiçõesNeymar treina para pegar o Bilbao

A transação de Neymar do Santos para o Barcelona ainda é recheada de polêmicas. Wagner Ribeiro, agente do atacante, em entrevista exclusiva à Jovem Pan, garantiu que não houve falta de ética por parte do atleta e revelou que o Peixe, apesar das queixas sobre nebulosidades durante a negociação, receberá 37,8 milhões de euros pelo craque.

O agente deixou claro que não preferia o Barcelona como novo clube de Neymar, mas garantiu a idoneidade da transação. “Queria realmente que ele fosse para o Real Madrid. Sou muito próximo ao Florentino Pérez [presidente do clube merengue], é uma pessoa correta e que ama muito o clube. A ida do Neymar para o Barcelona foi a mais transparente, o Santos ganhou 17,8 milhões de euros,  mais 10 milhões de euros por dois amistosos e mais 10 milhões de euros por prioridade de três atletas na base (Gabigol, Victor Andrade e Giva). O total para o clube é de 37, 8 milhões de euros”, explicou. 

O Neymar recebeu 10 milhões do que seria um compromisso de enviá-lo ao Barcelona e se caso ele quisesse ir para outro clube, ele teria que pagar uma multa de 40 milhões. O pai dele, pela honestidade e gratidão ao clube, quis que o Neymar fosse antes para que o Santos recebesse um dinheiro também. O clube aceitou isso, então a empresa do pai do Neymar recebeu o valor que lhe era destinado também”. O clube da Baixada Santista, por sua vez, reclama dessa acordo prévio entre Barcelona e a empresa do pai do atleta. 

O fato de Neymar ter disputado a final do Mundial de Clubes 2011 entre Santos e Barcelona não configura uma irregularidade moral. Pelo menos é o que pensa o empresário do atleta. “Não acredito que tenha sido antiético. Primeiro porque ele poderia ficar até 2014 no Santos. Ele também não assinou, foi a empresa do pai dele que firmou o vínculo. O Neymar nem sabia, era uma coisa para o futuro”, finalizou.