Enderson valoriza empate com o Grêmio e exalta Aranha: “experiente e maduro”

  • Por Jovem Pan
  • 19/09/2014 07h46
PORTO ALEGRE,RS,18.09.2014:GRÊMIO-SANTOS - Torcida do Grêmio durante a partida entre Grêmio RS e Santos SP, válida pelo Campeonato Brasileiro 2014, na Arena Grêmio, Porto Alegre, RS, na noite desta quinta-feira, 18. (Foto: Vinicius Costa/Futura Press/Folhapress)Grêmio e Santos empatam sem gols em Porto Alegre

Enderson Moreira valorizou o ponto conquistado pelo Santos diante do Grêmio, em Porto Alegre, em o que chamou de jogo de forte “envolvimento emocional” devido ao retorno de Aranha ao estádio no qual sofreu ofensas racistas no final de agosto. O goleiro santista, inclusive, foi elogiado pelo treinador tanto pela atuação debaixo das traves como pelo comportamento focado na partida. 

O Santos entrou em campo e teve que enfrentar um ambiente hostil, com muitas vaias direcionadas ao seu goleiro. Aranha, contudo, foi bem e fez duas importantes defesas que garantiram o empate no placar. “Só temos de elogiar. Imagino o quanto foi difícil voltar aqui. As lembranças ainda estão muito vivas. Fico muito feliz por ele [Aranha] e o time terem concentrado só no jogo e nada do que aconteceu fora de campo. Ele fez um grande jogo, nos ajudou muito nesse ponto. É experiente, maduro, sabe se comportar nesses momentos”, exaltou Enderson.

O treinador lamentou a falta de pontaria de sua equipe, mas elogiou a solidez defensiva da equipe na etapa final. “O Grêmio teve duas boas chances, nós não finalizamos em outras duas boas oportunidades. Conseguimos controlar bem o segundo tempo, não demos chances a eles. Foi um jogo muito difícil e foi importante levar esse ponto daqui”, analisou. 

Com 30 pontos, o Santos é apenas o nono colocado, sete pontos distante do Corinthians, primeira equipe dentro da zona de clássificação para a Libertadores. “Se ganharmos quatro de cada seis pontos, vamos entrar na briga lá em cima. Eram seis derrotas seguidas fora de casa. Se fossem seis empates, estaríamos brigando lá em cima. Mas é importante pontuar. Jogar aqui é muito difícil sempre. Tivemos duas boas jogadas que poderíamos concretizar melhor. Mas temos de fazer os pontos em casa e conseguindo isso vamos melhorar. Foi importante levar um ponto daqui”, ressaltou o treinador do Peixe.

Na próxima rodada, o Santos recebe o Figueirense, no domingo (21), em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.