À espera de exame, Di María pode ser cortado da Copa do Mundo

  • Por Agência EFE
  • 05/07/2014 20h35
Di María celebra gol da vitóriaDi María celebra gol da vitória

A alegria argentina pela vitória por 1 a 0 sobre a Bélgica e também pelo retorno às semifinais da Copa do Mundo após 24 anos contrasta com preocupação a respeito da lesão do meia Ángel Di Maria, que aguarda ser submetido a um exame para saber se ainda terá condições de jogar o torneio.

Di María será submetido a uma ressonância magnética neste domingo. Caso seja constatado um estiramento muscular, o jogador deve ser desfalque na próxima partida, contra a Holanda, e na disputa pelo título ou pelo terceiro lugar.

Importante peça do meio-campo argentino, o jogador precisou ser substituído aos 32 minutos do primeiro tempo da partida deste sábado, no Estádio Nacional Mané Garrincha, por causa de dores no músculo adutor da perna direita.

Após ter sido rapidamente avaliado pelo médico Daniel Martínez, o meia tentou retornar ao campo, mas dois minutos depois pediu para ser substituído. Em seu lugar, o técnico Alejandro Sabella colocou Enzo Pérez.

Com gelo na coxa direita, o meia se mostrou abatido com a lesão e foi consolado pelos companheiros. Depois do jogo, passou pela zona mista sem dar declarações e subiu ao ônibus com os olhos marejados.