Esquiva Falcão desmente invasão à sua casa no ES: “mal entendido”

  • Por Jovem Pan
  • 10/02/2017 12h12
Esquiva Falcão bate mexicano por nocaute técnico e alcança 14ª vitória no boxe

O boxeador brasileiro Esquiva Falcão desmentiu as informações sobre uma possível invasão à sua casa em Vitória, no Espírito Santos. Em texto publicado pela sua assessoria de imprensa em sua página no Facebook, Esquiva explica que foi confundido por um vídeo enviado pelo seu vizinho em um grupo no WhatsApp.

“Gostaria de tranquilizar a todos. Graças a Deus está tudo bem, foi apenas um mal entendido! Minha casa está segura e, o mais importante, minha família está bem. Mas vale lembrar que a situação está caótica, muitos amigos e familiares estão com medo. Faço novamente um apelo às autoridades, pois a população está sofrendo. Que Deus proteja à todos e isso se resolva urgente!”, declarou o boxeador.

Sua esposa, Suelen Marques, também reforçou a informação de que foi tudo um mal entendido e que ela e seus filhos estão em segurança na casa de parentes desde o começo da onda de violência que atinge o estado capixaba.

“Foi um mal entendido nesse caso, o vizinho acabou se confundindo. Era noite e as casas do bairro são muito parecidas. Como está muito perigoso e havia bandidos fazendo assaltos no bairro, eu fui para a casa da minha mãe com meus filhos, deixei algumas luzes acesas, mas não havia ninguém lá. Nossa casa está preservada. O bairro tem monitoramento 24 horas e estamos em alerta”, afirmou.

Esquiva está em Las Vegas, nos Estados Unidos, se preparando para uma luta marcada para o próximo final de semana. Na noite desta quinta, o lutador publicou uma série de tuítes a respeito de uma provável invasão à sua casa. O próprio vídeo enviado ao boxeador também foi compartilhado.

Esquiva fará sua 17ª luta como profissional na próxima sexta-feira. Seu oponente será o costarriquenho Jaime Barboza, pela categoria dos médios. O brasileiro segue invicto em sua carreira profissional, com 16 vitórias em 16 lutas, sendo 12 vencidas por nocaute.