Estado, prefeitura e Atlético-PR garantem à Fifa que Arena ficará pronta

  • Por Agência EFE
  • 12/02/2014 18h22

Reforma na Arena da Baixada será concluída até o fim de março

Arena da Baixada

Os responsáveis pelas obras da Arena da Baixada, ameaçada de ser excluída da Copa do Mundo deste ano devido aos reiterados atrasos, garantiram nesta quarta-feira à Fifa que concluirão a reforma a tempo para o evento.

“O governo do estado do Paraná, a prefeitura de Curitiba e o Clube Atlético Paranaense garantem a adoção de todas as providências necessárias para assegurar a conclusão das obras da Arena da Baixada dentro do prazo estipulado pela Fifa e, portanto, a tempo de sediar os jogos já definidos em sorteio da Copa do Mundo”, dizem as partes em comunicado publicado no site oficial do governo estadual.

A Fifa deu como prazo o próximo dia 18 para decidir se mantém o estádio ou o exclui da lista de 12e sedes do Mundial. O governo do Paraná solicitou nesta quarta um novo crédito de R$ 250 milhões ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para garantir os fundos para terminar a reforma.

“As reuniões e entendimentos prévios mantidos com o BNDES nos permitem concluir que a análise na nova operação de crédito terá a necessária prioridade que o assunto merece, para que o fluxo financeiro requerido pelo cronograma de obras não seja interrompido”, acrescenta a nota.

O principal motivo do atraso das obras da Arena da Baixada foi precisamente a demora do BNDES em aprovar os créditos aos responsáveis pelo estádio, devido às dúvidas geradas quanto às garantias financeiras.

A data limite inicialmente imposta pela Fifa para a abertura ou reabertura dos estádios que não foram sede da Copa das Confederações era o dia 31 de dezembro de 2013.