Ex-companheiro de Fernandão, Ceará exalta: “Grande campeão”

  • Por Jovem Pan
  • 07/06/2014 10h46
Fernandão levanta taça da Libertadores

Presente em alguns dos principais momentos da história do Internacional, o lateral direito Ceará foi titular absoluto na conquista da Copa Libertadores da América e Mundial de Clubes, em 2006. E, em entrevista exclusiva a Rádio Jovem Pan, neste sábado, o atleta lamentou a morte do ex-atacante Fernandão, com quem atuou na equipe gaúcha e foi vítima de acidente de helicóptero, neste sábado, em Goiás.

“Foi difícil receber essa notícia. Todos têm sua hora, mas ele era um rapaz jovem, de 36 anos. É uma situação lamentável. Gostaria de transmitir meus sentimentos aos familiares do Fernando, que foi uma pessoa maravilhosa. Fico muito triste por isso tudo”, afirmou o jogador, que atualmente atua pelo Cruzeiro. 

Companheiros no time colorado entre 2005 e 2007, Ceará e Fernandão conquistaram, juntos, três títulos internacionais: Copa Libertadores da América, Mundial e Recopa Sul-americana. O auge ocorreu na competição intercontinental, onde o Internacional triunfou por 1 a 0 sobre o Barcelona, na decisão, e o lateral direito teve papel fundamental na marcação de Ronaldinho Gaúcho, melhor jogador do planeta naquela ocasião.

“O Fernandão era um líder nato, uma pessoa muito exigente no aspecto profissional. Sempre buscou tirar o máximo de cada atleta. Obviamente, alguém com esta conduta acaba sendo bem aceito por uns e mal aceito por outros. Ele sempre exigiu o máximo de cada jogador, um profissional exemplar e muito dedicado. Não é por acaso que foi um grande campeão. Só posso falar coisas positivas dele”, encerrou.

Conforme informações divulgadas pela Polícia Civil, o acidente ocorreu após a aeronave decolar da fazenda de Fernandão, por volta da 1 hora. Cerca de três horas mais tarde, o helicóptero foi encontrado próximo ao Rio Araguaia, em um banco de areia. O ex-atleta até chegou a ser encaminhado para hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu aos 36 anos.