Ex-corintiano é detido acusado de roubo à caixas eletrônicos, segundo TV

  • Por Jovem Pan
  • 23/01/2014 10h27
Ex-corintiano

O ex-jogador Piá, com passagens por Corinthians, Santos e Ponte Preta, foi detido no início da madrugada desta quinta-feira (23) por susposto envolvimento em assaltos a caixas eletrônicos em Campinas, segundo a TV Globo. Ele e mais duas mulheres, sendo uma delas sua esposa, foram detidos e encaminhados ao 1ª Distrito Policial da cidade. O ex-atleta e a esposa responderão por tentativa de furto qualificado e estão na cadeia anexa ao 2º DP, no bairro São Bernardo. Piá já tinha ficha por porte de drogas, de arma e por falta de pagamento de pensão. A outra mulher, terceira pessoa detida, foi ouvida e liberada.

Ainda de acordo com as informações da emissora, A PM suspeitou quando viu um carro parado em frente a uma agência bancária. Na abordagem, Piá se identificou como ex-jogador e teria dito que esperava a mulher e uma amiga sacar dinheiro no banco. Em seu veículo foram encontrados objetos para “pescar” envelopes.

Em 1999, quando atuava pela Ponte Preta, o atleta foi indiciado como coautor do assassinato de um mecânico, em Limeira. A acusação era de que o jogador foi o responsável por dar a ordem para um primo pegar o revólver e atirar na vítima. Aos 40 anos, em 2011, Piá encerrou a carreira pelo Aparecidense-GO. O auge de sua carreira foi entre 1999 e 2003, quando participou da equipe da Ponte Preta, que chegou à semifinal do Campeonato Paulista, Copa do Brasil e quartas-de-final do Campeonato Brasileiro.