Ex-presidente da Ferrari diz que notícias sobre Schumacher “não são tão boas”

  • Por Agência EFE
  • 04/02/2016 16h37

Schumacher segue em estado graveSchumacher segue em estado grave

Ex-presidente da Ferrari, o italiano Luca di Montezemolo, deixou alarmados os fãs do alemão Michael Schumacher, admitindo que não há informações positivas sobre a recuperação do heptacampeão mundial, que sofreu grave acidente de esqui em 2013.

“Eu sempre tenho notícias deles, e elas não são tão boas como eu esperava”, lamentou o agora mandatário da Alitalia, em evento organizado por uma revista italiana especializada em automobilismo.

Montezemolo não entrou em detalhes sobre a condição clínica de Schumacher, que é alvo de muitas especulações, devido a falta de notícias divulgadas pela família. O ex-dirigente da Ferrari se limitou a falar sobre a ironia de uma tragédia ocorrida após o alemão encerrar a carreira em um esporte de alto risco.

“Foi um grandíssimo piloto. Com ele, dividi grandes momentos humanos e profissionais, mas a vida é estranha. Foi o piloto mais bem-sucedido da Fórmula 1, só teve um acidente, em 1999, que não foi culpa dele, mas nossa. Infelizmente, uma queda acidental com esquis o arruinou”, disse o italiano.

Mandatário da Ferrari entre 1991 e 2014, Montezemolo afirmou que Schumacher sempre era cuidado quando esquiava, por isso o trágico acidente pegou de surpresa a todos.

“Não é verdade que Michael fosse um esquiador imprudente. Fora da pista, ele sempre teve cautela, sobretudo quando esquiava”, garantiu o empresário.