Fã de Marcelo, Júnior Tavares leva futsal ao campo e mora no CT: “vivo São Paulo”

  • Por Jovem Pan
  • 14/02/2017 15h12

Lateral-esquerdo Júnior Tavares se destacou na goleada por 5 a 2 sobre a Ponte Preta

Lateral-esquerdo Júnior Tavares se destacou na goleada por 5 a 2 sobre a Ponte Preta

Gilberto fez três gols, Cueva brilhou e Luís Araújo bagunçou a defesa da Ponte Preta no último domingo, no Morumbi. Mas foi Júnior Tavares quem teve o nome gritado pela torcida são-paulina depois de uma sequência de dribles na ponta esquerda. Titular nas duas últimas partidas da temporada, o lateral-esquerdo agradou a Rogério Ceni e tem potencial para se tornar o xodó tricolor em 2017.

Tavares impressionou no jogo do último fim de semana. Dono de fôlego impressionante e força física descomunal para um jovem de 20 anos, o atleta distribui dribles, acertou bons passes e deu nova dinâmica ofensiva ao time do São Paulo.

Mas a qualidade no apoio, de acordo com o jogador, não é fruto do acaso. Formado no futebol de salão, que demanda mais habilidade e rapidez de raciocínio, o gaúcho de Porto Alegre gosta de jogar para frente e tem como referência um dos laterais mais ofensivos do mundo.

Eu me inspiro muito no Marcelo“, revelou Tavares, em entrevista exclusiva a Marcio Spimpolo que vai ao ar no próximo fim de semana, na Rádio Jovem Pan. “Gosto muito do futebol dele. É um lateral ofensivo, que não tem medo de driblar, ir para cima, tem confiança para fazer o que faz. Eu olho o futebol dele e me acho muito parecido. Quero chegar ao nível dele algum dia.

Para alcançar este objetivo, o jovem lateral está trabalhando muito. E abrindo mão de coisas que nem todos abririam. Nascido em Porto Alegre, o atleta de 20 anos deixou a família no Rio Grande do Sul e sequer procurou casa para morar em São Paulo. Desde o início do ano, Júnior Tavares está alojado no CT da Barra Funda. Algo que o incomode? Muito pelo contrário.

“Estou morando no CT do São Paulo. Minha família está toda em Porto Alegre. No momento, meu pensamento é de ficar aqui, mesmo. Focado no clube, respirando São Paulo e vivendo São Paulo... Minha cidade, hoje, é a Barra Funda, onde me sinto bem. Prefiro ficar aqui, mesmo”, garantiu.

Formado na base do Grêmio, Júnior Tavares tem contrato com o São Paulo até o fim de 2020. Ele, atualmente, é o único lateral-esquerdo de origem do time, que também conta com os versáteis Foguete e Buffarini.