Favorita, campeã olímpica da maratona prevê dificuldade na São Silvestre

  • Por Estadão Conteúdo
  • 29/12/2016 21h54
SP - CORRIDA SÃO SILVESTRE/COLETIVA - GERAL - Atleta Jemima Sumgong (KEN) durante coletiva com atletas que disputarão a 92ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre 2016, no Hotel Estanplaza, em São Paulo (SP), nesta quinta-feira (29). 29/12/2016 - Foto: PETER LEONE/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOJemima Sumgong vai participar pela primeira vez da São Silvestre

A campeã olímpica da maratona nos Jogos do Rio, a queniana Jemima Sumgong chegou nesta quinta-feira ao Brasil e descartou se considerar a favorita para ganhar a Corrida Internacional de São Silvestre, no sábado, em São Paulo. A experiente atleta de 32 anos disse que se adaptar à curta distância de 15 km será a grande dificuldade.

A atleta explicou que por estar acostumada a disputar maratonas (42.195 metros), o histórico vitorioso em longas distâncias não lhe dá a certeza de bom resultado. “A distância curta da corrida exige alta velocidade. O ritmo é bem mais forte que o de uma maratona. Para mim, é melhor e mais fácil correr 42 km mesmo”, afirmou a queniana, que neste ano ganhou também a Maratona de Londres.

A principal concorrente dela será outra africana, a etíope Ymer Ayalew, tricampeã da prova e vencedora das duas últimas edições. As duas estão hospedadas no mesmo hotel na capital paulista e posaram para fotos lado a lado em evento para a imprensa na tarde desta quinta. Das brasileiras, a candidata às primeiras posições é a paranaense Joziane Cardoso.

Sumgong contou que esta é a sua primeira visita à capital paulista. A atleta se disse surpresa com o calor. A temperatura de aproximadamente 35ºC, porém, não a assusta. “Para mim o calor não chega a ser problema. No Rio, quando ganhei a maratona, também estava muito quente e pude chegar na frente na prova olímpica”, comentou.

A prova feminina da São Silvestre terá a largada às 8h40min de sábado, na avenida Paulista, mesmo local onde será a chegada. O trajeto da prova neste ano é similar ao do ano passado. A categoria masculina começa o percurso às 9 horas. O primeiro pelotão a partir para a disputa será o de cadeirantes, às 8h20min.