Federer e Wawrinka vencem com dificuldade na estreia no Aberto da Austrália

  • Por Estadão Conteúdo
  • 16/01/2017 12h23

Federer estreou com vitória no Aberto da Austrália

EFE Federer estreou com vitória no Aberto da Austrália

Os astros suíços Roger Federer e Stan Wawrinka fecharam a programação do primeiro dia de jogos da chave masculina do Aberto da Austrália, realizado em Melbourne, e, embora com alguma dificuldade, ambos confirmaram o favoritismo e se classificaram para a segunda rodada do torneio. 

Afastado do tênis por cerca de seis meses por causa de uma lesão no joelho esquerdo, Federer fez a sua volta às quadras na Copa Hopman, mas foi apenas nesta segunda-feira que voltou a jogar por uma competição do circuito mundial. E ele se deu bem na estreia do Grand Slam que venceu quatro vezes, sendo a última delas em 2010. 

Apenas o número 17 do mundo em razão do longo período de inatividade, Federer derrotou o austríaco Jurgen Melzer, 300º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 1, com parciais de 7/5, 3/6, 6/2 e 6/2, em 2 horas e 5 minutos. 

Federer fechou o jogo com 46 winners, 36 erros não-forçados e 19 aces disparados. Além disso, converteu sete de nove break points, mas só salvou um dos quatro obtidos por Melzer. 

Porém, o suíço teve um início irregular em quadra, chegando a estar perdendo o primeiro set por 4/2. Depois, porém, venceu quatro dos cinco games seguintes para ganhar por 7/5. O segundo set foi quase o oposto. Dessa vez, Federer abriu 2/0, mas viu Melzer ganhar seis dos sete games disputados na sequência para triunfar por 6/3. 

No terceiro e quarto sets, então, Federer enfim sobrou em quadra Melzer não teve sequer um break point nas duas parciais, enquanto o suíço conseguiu duas quebras de serviço para cada set, triunfando em ambas por 6/2. 

Com esse resultado, Federer chegou aos 308 triunfos em 359 partidas disputadas nos torneios do Grand Slam, sendo o maior campeão desses eventos, com 17 conquistas. Seu próximo oponente vai ser o norte-americano Noah Rubin, o número 200 do mundo. Além disso, o suíço acumula agora quatro vitórias em cinco duelos com Melzer. 

WAWRINKA PASSA SUFOCO – Atual campeão do US Open e número 4 do mundo, Wawrinka precisou de cinco sets para derrotar o eslovaco Martin Klizan, o 35º colocado no ranking, por 3 sets a 2, com parciais de 4/6, 6/4, 7/5, 4/6 e 6/4, em 3 horas e 24 minutos. 

Foi um duelo cheio de break points – 32, sendo 16 para cada tenista -, com Wawrinka convertendo seis, apenas um a mais do que Klizan. O campeão do Aberto da Austrália de 2014 disparou 21 aces contra sete do eslovaco, além de ter feito 60 winners, seis a mais do que oponente, e cometido 43 erros não-forçados, três a menos do que Klizan. 

O próximo adversário de Wawrinka no Aberto da Austrália vai ser o norte-americano Steve Johnson, o número 30 do mundo.