Federer mostra vitalidade, bate Simon e vence Masters 1000 de Xangai

  • Por Agencia EFE
  • 12/10/2014 12h34

Xangai (China), 12 out (EFE).- Em duelo muito equilibrado, o suíço Roger Federer mostrou seu talento neste domingo ao vencer o francês Gilles Simon, por 2 sets a 0, com parciais de 7-6 (6) e 7-6 (2), e conquistou assim o título do Masters 1000 de Xangai, na China.

Este é o 81º título da carreira do tenista que será número 2 do mundo a partir desta segunda-feira, quando será divulgada atualização do ranking da ATP. Na temporada, esta é a quarta conquista. Além de Xangai, o suíço venceu em Cincinatti, Halle e Dubai.

Aos 33 anos e esbanjando vitalidade, Federer é o mais velho a assumir a vice-liderança do ranking mundial desde o americano Andre Agassi, em 2003.

“É uma semana de sonho para mim. Tive muita sorte de salvar cinco match points no meu primeiro jogo e ainda acabar campeão”, disse o suíço logo após o jogo com Simon, se referindo ao duelo de quarta-feira com o argentino Leonardo Mayer.

Este é o terceiro título de Federer no Masters 1000 de Xangai. Antes de 2014, as conquistas aconteceram em 2006 e 2007. Muito confortável na cidade chinesa, o tenista arriscou algumas palavras em chinês para o público: “Wo feichang gaoxing” (“Estou muito feliz”, disse. EFE