Felipão não confirma mudanças e “blinda” Neymar de comparação com Messi

  • Por Jovem Pan
  • 27/06/2014 12h30
Coletiva de imprensa do Brasil antes da partida contra o Chile, válida pelas oitavas de final da Copa do Mundo 2014, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte. FOTO: Jefferson Bernardes/ VipcommFelipão concede entrevista na véspera da partida diante do Chile

Na véspera da partida diante do Chile, pelas oitavas de final, o técnico Felipão manteve o mistério e não revelou se o time entrará com mudanças na partida desta sábado (28), no Mineirão. O treinador descartou que a Seleção Brasileira pense no retrospecto positivo diante dos chilenos e garantiu que Neymar não joga para superar Messi e sim para buscar o hexa para seu país.

Durante toda a primeira fase do Mundial, as atuações de Paulinho e Daniel Alves foram contestadas. Assim, no coletivo da última quinta-feira (26), Felipão testou Fernandinho e Maicon nas respectivas vagas. Contudo, o treinador não revelou se essa será a formação inicial diante dos chilenos. “As questões na lateral direita já estão definidas. Pode jogar Ramires, David Luiz, Maicon, Daniel Alves ou qualquer outro, mas não será hoje que eu vou divulgar”, disse.

Quanto ao retrospecto positivo dos brasileiros diante dos chilenos, Felipão desprezou contar com os números na partida deste sábado. “As estatísticas só ajudam a vocês jornalistas. Para nós, é indiferente. O time de 2014 não é  o que foi eliminado em outros Mundiais”.

O técnico revelou que, apesar de sua larga experiência, há sim uma ansiedade diferente para se iniciar a fase de mata-mata do Mundial. “Ficamos mais envolvidos, assustados e até nervosos. Não é por ser no Brasil, mas é por se tratar de uma competição dessa grandeza. Ninguém, em sã consciência, ficaria tranquilo nessa situação”, opinou.

Apesar de toda a atmosfera que envolve a decisão entre brasileiros e chilenos, Felipão tratou de respaldar completamente seus atletas e minimizar a pressão sobre eles. “É importante que eu mostre a eles que, por terem sido escolhidos para atuar no Mundial, eles já são os melhores e não precisam provar mais nada para ninguém”, garantiu.

Neymar

Questionado sobre as grandes atuações de Neymar e a evolução do atacante ao longo da carreira, Felipão rasgou elogios aos seu camisa dez. “Ele, pela idade que possui, é um menino muito centrado, tem um foco, uma ideia e uma personalidade muito forte. É um cara participativo, sempre envolvido com as situações táticas. A evolução dele tem a família por trás e por isso que vem acontecendo dessa forma”, avaliou.

Sobre a inevitável comparação com o camisa dez argentino e companheiro de Barcelona, Felipão tirou o brasileiro de uma espécie de competição. “Messi é um dos melhores jogadores do Mundo e o Neymar caminha nesse sentido. Porém, quero deixar claro que ele não joga para ser o melhor do mundo. Ele joga para o Brasil e pelo Brasil conquistar o hexacampeonato”, finalizou.