Felipe Menezes projeta estreia do Allianz Parque e fala em “motivação extra”

  • Por Jovem Pan
  • 17/11/2014 20h58

O meia Felipe Menezes disse que estreia em novo estádio é "motivação extra" para time

Felipe Menezes

O meia Felipe Menezes teve a oportunidade de ser titular do Palmeiras no clássico contra o São Paulo, neste domingo (16), quando o Verdão foi derrotado pelo placar de 2 a 0, e, nesta segunda-feira, o meio-campista concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol.

O camisa 18 comentou a estreia do Palmeiras no Allianz Parque, novo estádio do clube, que será nesta quarta-feira (19), contra o Sport, e disse que a equipe não deve sentir a pressão de atuar em casa.

“A pressão aumentará um pouco, mas a motivação também. Teremos, então, de saber como controlar isso e sei que somos capazes de discernir isso. Voltaremos à nossa casa e era o que todos esperavam, principalmente o torcedor. Temos de fazer disso uma motivação extra para nos ajudar a dar um passo importante para sairmos de vez desta zona incômoda. O apoio do torcedor será importante e, independentemente do que acontecer no começo do jogo, temos de deixá-lo do nosso lado o tempo todo, pois essa interação será crucial”, falou.

Apesar de deixar clara a frustração de não poder conquistar um título neste ano, Felipe Menezes projeta um cenário diferente em 2015.

“É uma nova parte da história do clube e esperamos que seja de glórias. Neste ano não temos mais condições, mas temos de deixar o clube na primeira divisão e, no ano que vem, com um planejamento adequado, alçar voos maiores”, frisou.

O jogador admitiu que, após a derrota no Choque-Rei, os membros do elenco conversaram sobre a importância de inaugurar a arena com o pé direito.

“Depois do jogo, pedimos para ficar sozinhos, só os jogadores, no vestiário. Conversamos e estamos focados apenas no jogo de quarta. A festa ficará apenas para o torcedor. Esperamos apenas contribuir para ela”, finalizou.

O Palmeiras é o atual 14º colocado do Campeonato Brasileiro, com 39 pontos conquistados em 34 partidas, e está com três pontos de vantagem em relação à Chapecoense, primeiro time dentro da zona da degola. O Verdão ainda briga para afastar de forma definitiva as chances de cair para a Série B.