Ferrer resiste por apenas um set, e Nadal pega Murray nas semis em Paris

  • Por Agencia EFE
  • 04/06/2014 17h59

O número 1 do mundo terá o britânico Andy Murray pela frente na semifinal de Roland Garros

Ferrer resiste por apenas um set

Na reedição da final do ano passado, o espanhol Rafael Nadal bateu o compatriota David Ferrer nesta quarta-feira por 3 sets a 1 de virada, com parciais de 4-6, 6-4, 6-0, 6-1, e se classificou para as semifinais de Roland Garros, em que enfrentará o britânico Andy Murray.

Ferrer fez frente ao número 1 do mundo por apenas um set. Depois disso, sucumbiu à superioridade de Nadal, que venceu em 2h35min, com direito a um pneu na terceira parcial.

Em busca do nono título no saibro parisiense, que o tornaria o maior vencedor do torneio em todos os tempos, o líder do ranking da ATP levou a melhor em uma partida em que poderia se complicar. Além de um adversário especialista na superfície, Nadal teve que lidar com o atraso na programação devido à chuva, a umidade alta e ventos fortes na quadra Suzanne Lenglen, a segunda mais importante do complexo e preferida do octacampeão.

O início lembrava mais o do duelo de quartas de final de Monte Carlo, em abril, em que Ferrer superou o compatriota no saibro pela primeira vez em uma década. Mais agressivo, o número 5 do mundo obteve uma quebra de frente no terceiro game. Nadal ainda devolveu logo em seguida, mas o quinto cabeça de chave aproveitou os dois set points que teve no saque do adversário e fechou em 6-4.

Na segunda parcial, porém, o octacampeão já abriu 3-1 no começo e teve apenas que administrar até devolver os 6-4. Era o fim do equilíbrio, porque Nadal passeou nos dois sets finais, aplicando um “pneu” no terceiro e perdendo apenas um game no quarto.

Nas semifinais, o primeiro colocado do ranking enfrentará o oitavo. Murray teve um pouco mais de dificuldades diante do queridinho da torcida, o francês, Gael Monfils, mas também aplicou um pneu. O britânico venceu por 3 a 2, com parciais de 6-4, 6-1, 4-6, 1-6, 6-0, em 3h15min.