FIA anuncia calendário de 2015 e fim de pontuação dobrada no último GP do ano

  • Por Agência EFE
  • 03/12/2014 17h10

FIA anunciou calendário da temporada 2015 da Fórmula 1 e tirou pontuação dobrada no último GP

Logo da FIA

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciou nesta quarta-feira o fim da pontuação dobrada na última corrida do próximo Mundial de Fórmula 1 e confirmou a manutenção de Interlagos, em São Paulo, como a penúltima prova da temporada.

Além disso, anunciou que o calendário de 2015 terá 21 corridas. Após quatro anos, o Grande Prêmio da Coreia do Sul, realizado no circuito de Yeongam, está de volta à categoria.

A próxima temporada está agendada para começar em 15 de março, na Austrália, e terminará em 29 de novembro, em Abu Dhabi. O Grande Prêmio do Brasil ocorrerá em 15 de novembro.

Como medida adicional de segurança após o acidente do piloto francês Jules Bianchi, a FIA aprovou a introdução do safety-car virtual.

O sistema pode ser acionado pela direção de prova quando os pilotos precisarem diminuir a velocidade em determinado ponto da pista. A ferramenta deve ser utilizada em casos de dupla bandeira amarela.

As relargadas paradas também foram descartadas pela FIA como medida de segurança.

Outra mudança que será adotada tem relação com as corridas suspensas. Em caso de bandeira vermelha, a saída dos boxes será fechada e todos os carros deverão se dirigir ao pit-lane e não ao grid. O primeiro carro que entrar no pit-lane deve ir até à saída do pit, esperando a autorização da relargada. Todos os outros carros deverão ficar em fila seguindo a ordem de entrada.

O presidente da FIA, Jean Todt, confirmou que na próxima reunião da entidade, marcada para o dia 18 deste mês, serão discutidos outros temas, como a redução de custos, a melhora do espetáculo e a simplificação dos regulamentos técnicos da categoria.

Confira o calendário do Mundial de 2015 da Fórmula 1:

Austrália – 15 de março

Malásia – 29 de março

China – 12 de abril

Bahrein – 19 de abril

Coreia do Sul – 3 de maio

Espanha – 10 de maio

Mônaco – 24 de maio

Canadá – 7 de junho

Áustria – 21 de junho

Grã-Bretanha – 5 de julho

Alemanha – 19 de julho

Hungria – 26 de julho

Bélgica – 23 de agosto

Itália – 6 de setembro

Cingapura – 20 de setembro

Japão – 27 de setembro

Rússia – 11 de outubro

Estados Unidos – 25 de outubro

México – 1 de novembro

Brasil – 15 de novembro

Abu Dhabi – 29 de novembro