FIA marca reunião com equipes da F-1 e confirma inclusão de escuderia americana

  • Por Agência EFE
  • 11/04/2014 17h26
Prova no Bahrein foi bastante disputadaConfira imagens do Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) convocou nesta sexta-feira as equipes do Mundial de Fórmula 1 para uma reunião no dia 1º de maio, com intuito de encontrar soluções para reduzir os custos. No encontro, a FIA também confirmou ter iniciado um processo de seleção para a incorporação de novas equipes no campeonato e revelou que recebeu candidaturas “de alto nível” e confirmou a inclusão da Haas.

“Em contato permanente com o CRH, a FIA aceitou a candidatura da Haas Fórmula LLC e fará pesquisas adicionais no caso da Forza Rossa”, explicou a organização.

A FIA, dona dos direitos comerciais da competição (CRH), e as escuderias já manifestaram vontade de trabalhar para cortar gastos. Por isso, o presidente da federação, Jean Todt, e o chefe da categoria, Bernie Ecclestone, se reunirão com as equipes e, depois, com o Grupo de Estratégia para debater o assunto.

Outro tema que vem movimentando a F-1 é o baixo volume do som dos motores dos carros. O Conselho da FIA, que está reunido nesta sexta-feira em Marrakech, no Marrocos, afirmou que já está em andamento um estudo sobre o barulho, cujos primeiros resultados serão divulgados em breve.

Os novos motores V6 vêm sendo alvos de críticas. Além de Jean Todt, que disse querer que eles voltem a soar como antes, o alemão Sebastian Vettel chegou a comentar que se sentiu dirigindo um aspirador de pó em vez de um carro de corrida, após o Grande Prêmio de Melbourne.