Fiba rejeita liberar times brasileiros para jogar a Liga da Américas

  • Por Estadão Conteúdo
  • 18/01/2017 20h50

Flamengo e Mogi estão impedidos de participar da Liga das Américas

Flamengo e Mogi estão impedidos de participar da Liga das Américas

A Liga Nacional de Basquete (LNB) fez uma última tentativa de liberar Flamengo, Bauru e Mogi das Cruzes para participarem da Liga das Américas. A Federação Internacional de Basquete (Fiba) reafirmou que os clubes continuam impedidos de disputarem o torneio por causa da suspensão imposta à Confederação Brasileira de Basquete (CBB), em vigor pelo menos até o próximo dia 28. 

O vice-presidente da LNB, Kouros Monadjemi, viajou ao México na semana passada por causa dos jogos da NBA no país – Phoenix Suns enfrentou o Dallas Mavericks na quinta-feira, dia 12, e o San Antonio Spurs, no sábado, dia 14 – e se reuniu com o secretário-geral da Fiba Américas, Alberto Garcia, e José Luis Saez, espanhol que foi nomeado interventor na CBB. 

Kouros argumentou que era injusto os clubes filiados à LNB serem punidos por causa da suspensão imposta à CBB, mas não conseguiu comover os dirigentes da Fiba. Com isso, Flamengo, Bauru e Mogi das Cruzes continuam impedidos de participar da Liga das Américas, apesar de terem conseguido se classificar dentro de quadra. 

A LNB vai divulgar uma nota oficial nesta quinta-feira sobre o tema, em que pretende expor todo o esforço feito para conseguir reverter o quadro.

Em entrevista ao Estado de S. Paulo, o presidente da LNB, João Fernando Rossi, manifestou sua insatisfação pela punição respingar nos clubes. “Estamos realmente chateados, uma vez que estamos sendo prejudicados na quadra e financeiramente. A Liga das Américas fazia parte do planejamento dos clubes e de seus investidores”, afirmou.

“O prejuízo é grande, não só financeiramente como também nos resultados de quadra, uma vez que somos os atuais campeões do Sul-Americano e estivemos nas finais das quatro últimas competições da Liga das Américas, sendo três vezes campeões. Não consigo imaginar um clube campeão da Liga das Américas, sem jogar contra o Flamengo, Bauru ou Mogi (das Cruzes)”, continuou. “Clubes que conquistaram o direito de jogar esse torneio dentro da quadra, e que infelizmente estão suspensos pelo problema entre Fiba e CBB”, finalizou.

Flamengo e Bauru se classificaram pela colocação no NBB, quando terminaram na primeira e segunda colocação, respectivamente. Já Mogi das Cruzes garantiu vaga ao conquistar o título da Liga Sul-Americana, que inclusive teve sua decisão disputada depois da suspensão imposta à CBB pela Fiba.

A Fiba também não forneceu qualquer informação à LNB sobre o andamento do processo de punição ao basquete brasileiro. A expectativa é para uma intervenção na CBB, com a atuação de uma força-tarefa, formada por Comitê Olímpico do Brasil (COB), Ministério do Esporte e Fiba, além de um atleta campeão do mundo pela seleção.