Fifa garante que ebola não influencia nos preparativos para Mundial de Clubes

  • Por EFE
  • 28/10/2014 16h00
Montagem - San Lorenzo e Real Madrid

A Fifa garantiu nesta terça-feira quer todos os preparativos para o Mundial de Clubes, que acontecerá de 10 a 20 de dezembro continuam normalmente apesar do surte de ebola em alguns países africanos, já que o Marrocos, sede do torneio, não é um dos afetados.

“A Fifa está acompanhando a situação, em estreito contato com as autoridades marroquinas, e atualiza constantemente sua posição segundo as orientações da Organização Mundial de Saúde. Caso a situação mude, entraremos em contato com os clubes participantes nesse sentido”, disse a entidade em comunicado.

O organismo máximo do futebol mundial destacou que se preocupa com a saúde dos jogadores, mas lembrou que a OMS informou que não há casos registrados de ebola no Marrocos. A Fifa ainda manifestou apoio à Confederação Africana de Futebol (CAF) na forma como vem agindo em relação ao surto.

“A Fifa apoia a decisão da CAF de organizar os jogos das seleções de países que atravessam uma transmissão intensa do ebola (Libéria, Serra Leoa e Guiné) em campo neutro. A Fifa recomenda que as concentrações para os jogos de seleções dos três países em alto risco de também ocorra em local neutro”, alertou a entidade.

O Mundial já tem cinco das sete equipes definidas: San Lorenzo, Real Madrid, Cruz Azul, Moghreb Tétouan (Marrocos) e Auckland City (Nova Zelândia). Ainda serão definidos os representantes da Ásia, entre Sydney Wanderers (Austrália) e Al Hilal (Arábia Saudita), e da África, que será Vita Club (República Democrática do Congo) ou Sétif (Argélia).