Fifa não pune Zúñiga e mantém suspensão de Thiago Silva

  • Por Jovem Pan
  • 07/07/2014 13h27
EFE Neymar leva joelhada nas costas

Autor da joelhada que quebrou vértebra de Neymar na vitória do Brasil por 2 a 1 sobre a Colômbia, na última sexta-feira, o lateral direito Camilo Zúñiga não será punido. Em comunicado divulgado em seu site oficial, nesta segunda-feira, a Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa) descartou suspender o atleta do Napoli e recusou o pedido feito pela Confederação Brasileira de Futebol.

No lance que motivou a lesão do camisa 10 brasileiro, que teve a vértebra L3 quebrada e está fora desta Copa do Mundo, Zúñiga acertou forte joelhada nas costas de Neymar. Apesar da força da jogada, o árbitro Carlos Velasco sequer marcou falta e mandou a partida seguir normalmente. O espanhol, aliás, também não receberá qualquer sanção da entidade sediada na Suíça.

“Neste caso específico, nenhuma ação pode ser feita pelo Comitê Disciplinar da Fifa, já que o incidiente envolvendo o jogador colombiano Juan Camilo Zúñiga Mosquera não escapou a atenção dos árbitros”, explicou.

Em território colombiano depois de sua seleção ser eliminada nas quartas de final, o lateral direito divulgou carta aberta lamentando a situação de Neymar, que ficará afastado dos gramados por, no mínimo, quatro semanas. Nas redes sociais, torcedores brasileiros ameaçaram Zúñiga e até mesmo sua filha, de apenas cinco anos.

Fora da Copa do Mundo, o camisa 10 do time comandado pelo treinador Luiz Felipe Scolari está em fase de recuperação em sua casa, no Guarujá, cidade do litoral paulista. Para semifinal contra Alemanha, nesta terça-feira, às 17 horas (de Brasília), no Mineirão, a expectativa de que Willian seja seu substituto.

“Desejamos uma rápida e completa recuperação a Neymar, assim como desejamos aos atletas que foram tristemente afastados desta Copa do Mundo por causa de lesões”, encerrou a entidade presidida por Joseph Blatter.

Cartão amarelo é mantido e Thiago Silva está fora da semifinal

Além de Neymar, agora também é certo que o Brasil não terá Thiago Silva diante da Alemanha. Após receber seu segundo cartão amarelo diante da Colômbia, o zagueiro foi automaticamente suspenso. A CBF tentou recorrer, mas a Fifa deixou claro que não irá retirar o cartão dado por Carlos Verlasco, alegando que “não há base legal” para o pedido.

Mais comentados da Seleção Brasileira
Saiba em tempo real o termômetro de popularidade dos jogadores