Fifa só entregará e-mails de Valcke à justiça suíça “sob certas condições”

  • Por Agência EFE
  • 24/09/2015 12h09
Envolvido em esquema de venda de ingressos

A Fifa indicou à justiça suíça nesta quinta-feira (24) que apenas “sob certas condições”, dará acesso aos emails do francês Jérôme Valcke, que recentemente foi suspenso das atividades como secretário-geral da entidade.

A informação foi revelada pelo Ministério Público, que ontem fez o pedido de acesso aos correios eletrônicos do dirigente, após denúncias de que envolvimento em caso de corrupção, o que gerou o afastamento da Fifa.

Valcke, de acordo com informações veiculadas por alguns veículos de imprensa ao redor do mundo, teria montado um esquema para vender ingressos de jogos de Copa do Mundo acima do preço oficial.

Os emails, até o momento, seguem em posse da Fifa, sem ser dado acesso ao Ministério Público, que, por sua vez, não divulgou quais foram as condições apresentadas pela entidade esportiva.

A queda de Valcke é mais um capítulo da grave crise institucional da Fifa, que começou no fim de março, às vésperas de Congresso que reelegeu Joseph Blatter como presidente, devido a prisão de sete dirigentes, entre eles, José Maria Marin, ex-mandatário da CBF.