Filho de Caio Júnior não embarcou em voo por ter esquecido passaporte

  • Por Jovem Pan
  • 29/11/2016 11h26
Caio Júnior ao lado do filho Matheus quando era técnico do Vitória

O filho de Caio Júnior, treinador da Chapecoense, não embarcou no voo que caiu na Colômbia e matou boa parte da delegação. Matheus Saroli usou sua conta no Facebook para revelar que ele esqueceu o passaporte e, por isso, não estava na aeronave junto com o pai, que está entre as 75 vítimas.

Saroli agradeceu o carinho das pessoas com a sua família – seu irmão e sua mãe também não embarcaram.”Amigos, eu, meu irmão e minha mãe estamos bem. Precisamos de força. Peço que nos deem um pouco de privacidade especialmente a minha mãe e agradeçoa todos ligando e mandando mensagens – eu estava em SP hoje e não embarquei pois tinha esquecido meu passaporte. Somos fortes, vamos passar por isso. Obrigado a todos”, escreveu.

O acidente

O avião que transportava a equipe da Chapecoense sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (29), por volta da 01h15, quando se aproximava de Medellín, na Colômbia. A equipe seguia viagem para a disputa da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional nesta quarta-feira (30).

O Comitê Operativo de Emergência e a gerência do aeroporto informaram que a polícia nacional já estava no local para o resgate de ao menos seis sobreviventes.

As autoridades colombianas afirmam que apenas seis pessoas sobreviveram. Segundo a Rádio Caracol, da Colômbia, o avião não explodiu.

Alan Ruschel, Jackson, Neto e o goleiro Danilo foram resgatados e levados ao hospital. O arqueiro não teria resistido aos ferimentos, mas a informação não foi confirmada.