Filho de Julinho Botelho celebra homenagem de Palmeiras e Fiorentina

  • Por Jovem Pan
  • 28/07/2014 17h50

Carlos Botelho celebrou a iniciativa do Palmeiras de disputar um troféu com o nome do pai

Carlos Botelho

O Palmeiras mede forças com a Fiorentina, nesta quarta-feira (30), no estádio do Pacaembu, em duelo válido pela Copa EuroAmericana, e o Troféu Julinho Botelho será disputado. A taça leva o nome do ex-ponta, que é um dos ídolos históricos de ambas as equipes.

A iniciativa, aliás, foi amplamente aprovada por Carlos Botelho, filho do ex-jogador, que faleceu em 2003.

“Quando eu recebi a notícia de que o jogo valeria o Troféu Julinho Botelho foi uma alegria e, ao mesmo tempo, um alívio. Afinal, não podemos perder a história, precisamos sempre recordar os nossos ídolos do passado. Por isso, fui pessoalmente agradecer ao presidente Paulo Nobre”, disse. “Meu pai, onde estiver, está muito feliz, está acompanhando. Eu acredito nisso. Quando eu fui a Florença receber uma homenagem da Fiorentina, eu tenho certeza de que ele estava lá comigo também”, prosseguiu o filho do ex-craque.

Além de elogiar a homenagem do Palmeiras, Carlos Botelho também criou há alguns anos a sua própria forma de relembrar o pai. Em 2006, juntamente com seus irmãos, ele inaugurou um colégio no bairro da Penha, onde Julinho nasceu, cresceu e morreu. A escola leva o nome de Julinho Botelho e tem ensinos infantil, fundamental e médio.

“Nós, os filhos, sempre moramos na vizinhança. Então, decidimos construir em cima da quadra de futebol de salão dele uma escola. Fizemos isso para perpetuar a história dele. Vou torcer para os dois (na partida desta quarta), espero que seja um grande jogo”, finalizou.

Caso estivesse vivo ainda, o ex-ponta Julinho Botelho completaria 85 anos de idade nesta terça-feira (29).