Firmino avalia como positiva briga com Tardelli por vaga entre os titulares

  • Por Agência EFE
  • 23/06/2015 16h24

O atacante Roberto Firmino vê disputa com Diego Tardelli como algo positivo

EFE Roberto Firmino

O atacante Roberto Firmino afirmou nesta terça-feira que a disputa com Diego Tardelli por uma vaga de titular na seleção brasileira é positiva para ambos e também para os objetivos da equipe na Copa América, apesar de ressaltar que a decisão sobre quem joga é do técnico Dunga.

“A decisão é do professor Dunga. Tardelli é um bom jogador. Está aqui para nos ajudar”, disse o jogador do Hoffenheim em entrevista coletiva realizada hoje em Santiago, cogitando até mesmo jogar ao lado do atacante do Shandong Luneng no time titular.

Apesar da indefinição, Firmino disse que está concentrado na campanha da seleção brasileira, que neste sábado enfrentará o Paraguai nas quartas de final da Copa América.

“O Paraguai não será diferente. Será uma partida dura, disputada. E temos que sair para ganhar o jogo porque é uma fase de eliminação direta”, avaliou o jogador, autor do segundo gol da vitória sobre a Venezuela por 2 a 1, na última rodada da fase de grupos.

Mesmo admitindo sua timidez e revelar que evita conceder entrevistas, Firmino garantiu que se transforma dentro de campo.

“Não gosto de perder. Gosto sempre de estar vencendo os jogos e conquistando títulos”, enfatizou o jogador, especulado como novo reforço do Liverpool para a próxima temporada.

“É claro que é a hora de dar o próximo passo, mas estou focado só na seleção brasileira e na Copa América”, disse Firmino, lembrando que tem contrato até 2017 com o Hoffenheim.

Na segunda era Dunga, que começou após a Copa do Mundo de 2014, Firmino passou a ser um nome constante nas convocações. Com o gol do último domingo, o atacante se tornou o segundo maior artilheiro da seleção, com quatro, atrás apenas de Neymar, que tem nove.

“É bom fazer gols, mas estamos focados em conseguir o título da Copa América. Isso não depende só de mim, depende de toda a equipe”, completou.

O atacante alertou que pela intensidade com a qual os adversários estão atuando nas partidas da Copa América, as Eliminatórias sul-americanas para a Copa de Mundo de 2018 serão complicadas.

“Como vocês estão vendo, cada partida foi disputada e lutada. Não serão nada fáceis as eliminatórias para o Mundial da Rússia. Mas nossa seleção está trabalhando forte para enfrentá-las bem”, garantiu.