Flagrado em exame antidoping, Chael Sonnen anuncia aposentadoria

  • Por Jovem Pan
  • 12/06/2014 09h07

Falastrão norte-americano está fora do card do UFC 175Sonnen é pego em exame antidoping e deixa card do UFC 175

Uma trajetória marcada por polêmicas. Depois de falhar em um exame antidoping surpresa, aplicado pela Comissão Atlética de Nevada,  o lutador americano Chael Sonnen anunciou, em entrevista ao programada “UFC Tonight”, a aposentadoria aos 37 anos. 

Professor da última edição do The Ultimate Fighter Brasil, Sonnen enfrentaria Vitor Belfort [que substituiria Wanderlei Silva no card] no dia 5 de julho, em confronto marcado para Las Vegas.

O americano foi flagrado com excesso de testosterona no organismo. O lutador utiliza-se do tratamento de reposição do hormônio, proibido pelas comissões reguladores do UFC. O americano justificou o tratamento proibido. “Essa é uma parte muito privada da minha vida que não queria dividir com ninguém, mas estou tendo problemas de fertilidade, eu e minha mulher”, disse em entrevista ao “Jay Mohr Sports”.

Nesta quarta-feira (11), Sonnen adimitiu o baque pela decisão. Tenho que colocar minha saúde em primeiro lugar. Tenho que colocar a família em primeiro lugar. Eu sei que isso vai dar certo, sei que minha mulher ficará grávida, e estamos ansiosos para isso. Vou fazer 20 testes e dar a mesma coisa 20 vezes. Vou parar com isso. Vou me afastar”, finalizou.