Fórmula E desembarca em Mônaco, e Di Grassi disputa liderança com Nelsinho

  • Por Agencia EFE
  • 14/05/2015 16h01

Monte Carlo, 7 mai (EFE).- O Principado de Mônaco receberá neste fim de semana a primeira etapa europeia da Fórmula E, campeonato com carros de mesmo chassis e motores elétricos que está em sua temporada de estreia, a 2014/2015, e que tem o brasileiro Lucas di Grassi como líder da classificação geral, seguido de perto pelo compatriota Nelsinho Piquet.

Di Grassi vem de um terceiro lugar na última etapa, em Long Beach, e nesta quinta-feira renovou seu contrato com a equipe Audi Sport ABT por mais um ano. Ele soma 75 pontos, apenas um a mais que Nelsinho, da China Racing e que venceu a prova de rua disputada nos Estados Unidos. O francês Nicolas Prost (e.dams Renault), filho do tetracampeão mundial de Fórmula 1 Alain Prost, está em terceiro, com 69. Bruno Senna, da Mahindra Racing, tem 28 e aparece em décimo.

Poucos pilotos conhecem tão bem o circuito montado nas ruas de Monte Carlo como Di Grassi. Ele não só já participou de provas em Mônaco por outros campeonatos, como o de Fórmula 1, como mora no principado há cinco anos.

Porém, ao contrário da tradicional prova pela principal categoria do automobilismo, este “ePrix” (como são chamadas as etapas da Fórmula E) terá um traçado diferente, mais curto. A largada será na reta dos boxes, mas o percurso inclui uma curva à direita e uma ligação direta com o porto, sem passar pelo Cassino e o túnel. A corrida, disputada no sábado, terá 47 voltas e largada prevista para as 11h (de Brasília).

A recém-criada Fórmula E visa não só o lado esportivo, mas um novo conceito industrial – o de que uma parte cada vez maior do mercado automobilístico adote motores elétricos – e se apresenta como porta-bandeira da sustentabilidade. E a elaboração de seu calendário também foi marcada pela lógica geográfica.

A passagem da Fórmula E pela Ásia começou na China, primeira etapa do campeonato, em setembro do ano passado. Em novembro, a categoria chegou à Malásia, e no mês seguinte desembarcou na América do Sul, no Uruguai. Em janeiro, Buenos Aires sediou a quarta corrida, e em março foi a vez de a América do Norte receber, em Miami, a primeira de suas duas provas – ambas nos Estados Unidos.

Depois de Mônaco, a F-E vai passar por Berlim e Moscou antes de encerrar sua primeira temporada em Londres com duas corridas, nos dias 27 e 28 de junho. EFE