FPF volta atrás, e torcida corintiana poderá ir ao clássico; Gobbi agradece

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2015 19h35
Torcida do Corinthians durante a final da Libertadores no Pacaembu

Depois de toda a polêmica causada pela recomendação do Ministério Público, a princípio acatada pela Federação Paulista de Futebol, de proibir a venda de ingressos para a torcida corintiana no clássico entre Palmeiras e Corinthians, a situação está resolvida. A FPF voltou atrás e determinou que sejam concedidos 1800 ingressos aos torcedores alvinegros.

O presidente corintiano Mário Gobbi, recebeu a informação durante a entrevista coletiva em que fez duras críticas ao presidente da FPF, Reinaldo Bastos, e ao do Palmeiras, Paulo Nobre. Além de reafirmar que o Corinthians não entraria em campo caso não recebesse sua parcela de ingressos, o dirigente também disse que “é lamentável que o futebol seja tratado desta forma”. Ao saber da mudança de planos, entretanto, Gobbi se retificou.

“Quero agradecer a sensibilidade do presidente da FPF. Quero agradecer também ao presidente Paulo Nobre. Claro, assim que os ingressos chegarem. Que Deus abençoe a todos e que tenhamos um ótimo clássico”, afirmou o mandatário. Paulo Nobre também divulgou nota oficial, por meio do site do Verdão, reiterando que acatará a decisão tomada pela FPF. Além disso, Nobre ressaltou o bom relacionamento com o presidente do time rival.

“O Palmeiras reitera o seu respeito pelo presidente Mário Gobbi e pelo Sport Club Corinthians Paulista, com os quais sempre manteve um excelente relacionamento, como comprovaram os casos Alan Kardec e Dudu. O presidente Paulo Nobre reafirma seu apreço pessoal pelo presidente Mário Gobbi e entende perfeitamente o momento de pressão vivido por seu amigo”, disse na nota.