“Acredito que um independentista possa jogar na seleção”, diz Piqué

  • Por EFE
  • 04/10/2017 09h55
Reprodução/Twitter / Selección EspañolaPiqué reforçou que o catalão não é contra a Espanha: "só querem seu próprio país"

Apesar de garantir que não se enquadra neste caso, o zagueiro Gerard Piqué afirmou nesta quarta-feira (4) que não vê problema se um independentista quiser atuar pela seleção espanhola, além de pedir apoio para dar a volta por cima no mal-estar criado após o referendo na Catalunha.

“A minha postura não é inapropriada. Acredito, mas não é meu caso, que um independentista possa jogar com a seleção espanhola porque não há seleção catalã e o independentista não tem nada contra a Espanha”, afirmou.

“O catalão não é contra a Espanha, só quer seu próprio país. Se não há seleção na Catalunha e não tem nada contra a Espanha, porque um independentista não poderia jogar com a seleção espanhola? Temos a tendência de levar tudo ao sentimentalismo e fanatismo”, opinou.

Diálogo foi a palavra mais repetida durante a entrevista de Piqué, que pediu aos jornalistas que perguntassem tudo o que quisessem.

“Estou convencido que há muita gente fora da Catalunha a favor de que os catalães possam votar. Outros têm uma opinião muito diferente. Cada um pode opinar como quiser e é preciso haver respeito entre todos. Primeiro com respeito e depois com o diálogo se pode chegar a algum lugar”.