Advogado de Najila diz que pode abandonar caso se modelo não apresentar íntegra de vídeo

  • 08/06/2019 17h54
Reprodução/SBTModelo teria dito que possuía imagens de agressão cometida por Neymar, mas acabou mudando versão

O advogado da modelo Najila Trindade, Danilo Garcia de Andrade, disse que poderá deixar o caso em que a mulher acusa Neymar de estupro caso ela não apresente as provas que diz ter contra o jogador.

Em entrevista ao site de notícias UOL, Danilo disse que a modelo havia afirmado ter em mãos um vídeo de 7 minutos contendo trechos do momento em que ela teria sido agredida pelo atleta em um hotel de Paris.

Najila, no entanto, agora diz que o material gravado estava em um tablet que acabou sendo furtado de seu apartamento, na Zona Sul de São Paulo. Ela não chegou a apresentar o vídeo ao advogado, mesmo após seguidos pedidos.

“Se a investigação policial a respeito do eventual arrombamento onde residia Najila se mostrar inverídica, deixarei o caso. Pois a relação advogado-cliente é baseada sempre na confiança. Não havendo confiança, não há motivo para permanecer”, disse Danilo Garcia ao UOL.

No depoimento que deu nesta sexta (7) à Polícia Civil, Najila Trindade deu duas versões sobre o segundo encontro com o jogador, um dia depois da suposta agressão que teria sofrido por Neymar. Segundo a TV Globo, inicialmente, a moça afirmou que gravou todo o encontro. Na sequência, mudou a versão e disse que parou de gravar porque tinha medo que o atleta descobrisse.