Arrascaeta prevê Flamengo diferente sem Gabigol e critica expulsão do camisa 9

‘Se realmente o árbitro o expulsou pelo que ele disse, acho que nenhum jogador ficaria em campo’, disse o uruguaio

  • Por Jovem Pan
  • 14/07/2020 18h06 - Atualizado em 14/07/2020 18h08
Reprodução/TwitterPara Arrascaeta, expulsão de Gabigol contra o Flu foi injusta

Gabigol será o maior desfalque do Flamengo na segunda partida da final do Campeonato Carioca, diante do Fluminense, nesta quarta-feira, às 21h, no Maracanã. Para o meia Arrascaeta, ausência fará com que o Rubro-Negro seja obrigado a mudar de postura pelas características de Pedro, que deve substituí-lo.

“Pedro é mais finalizador, fica mais fixo na área. É importante que a bola chegue até ele. Já o Gabi se movimenta mais e busca de preencher os espaços. Os dois são muito importantes para o nosso time” avaliou o uruguaio.

O jogador considerou injusta a expulsão do companheiro no primeiro jogo da decisão. Na súmula, o árbitro Wagner Magalhães relatou uma reclamação do centroavante com um palavrão como principal motivo da punição.

“Todo mundo ficou sabendo o que ele falou, mas se realmente o árbitro o expulsou pelo que ele disse, acho que nenhum jogador ficaria em campo. Toda hora acontece discussões desse tipo e essas palavras são ditas. Acho que foi injusto o Gabigol ter sido expulso e, além disso, ele não demorou muito tempo para sair de campo na substituição”, disse Arrascaeta.

Sobre a decisão, Arrascaeta afirmou “que as finais são totalmente diferentes de qualquer jogo normal, pois envolvem muitas coisas”, mas que considera o Fluminense um rival difícil, pois “se fecha bem na defesa e sai rápido para o contra-ataque”.

* Com Estadão Conteúdo