Atlético-MG perde do Jorge Wilstermann por 1 a 0 na Bolívia

  • Por Estadão Conteúdo
  • 05/07/2017 23h50 - Atualizado em 06/07/2017 00h13
Divulgação Conmebol Atlético-MG sai atrás da disputa pela vaga nas quartas de final da Libertadores da América

Nem mesmo o triunfo no clássico de domingo, pelo Brasileirão, trouxe novo ânimo ao Atlético Mineiro na Copa Libertadores. Em nova atuação apática, na noite desta quarta-feira (5), o time comandado por Roger Machado foi derrotado pelo Jorge Wilstermann por 1 a 0 no Estádio Félix Capriles, em Cochabamba, na Bolívia.

O único gol da partida no jogo de ida das oitavas de final foi marcado por Gilbert Álvarez, aos 40 minutos do primeiro tempo, em lance de puxeta. Pelo Atlético, o lance mais perigoso foi cabeçada de Rafael Moura, que acertou a trave, no segundo tempo. Foi uma das raras investidas da equipe brasileira no ataque.

Apesar do resultado negativo, o Atlético não deve se abalar com o tropeço, principalmente pelo histórico de reverter derrotas em competições de mata-mata. Uma vitória por dois gols de diferença na partida da volta, marcada para 9 de agosto, garantirá a equipe mineira na fase de quartas de final.