Bélgica vence na Grécia e é o 6º país garantido na Copa; Portugal e Suíça ganham

  • Por Estadão Conteúdo
  • 03/09/2017 18h30 - Atualizado em 03/09/2017 18h35
Lukaku comemora o gol que garantiu a vitória sobre a Grécia e a classificação da Bélgica para a Copa do Mundo

A Bélgica, com sua talentosa geração de jogadores, estará na Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia. Neste domingo (3), a seleção belga se tornou a sexta a se garantir no Mundial – as outras são Brasil, Irã, Japão e México, além do país-sede – ao derrotar a Grécia por 2 a 1, em Atenas, pela oitava rodada das Eliminatórias Europeias, e assim não perder mais a liderança do Grupo H.

Com 22 pontos, a Bélgica está agora oito na frente da Bósnia-Herzegovina e faltam apenas mais duas rodadas para o final do qualificatório europeu – nele avançam direto os primeiros colocados de cada um dos nove grupos e os oito melhores segundos colocados disputarão uma repescagem. Esta será a 13ª participação dos belgas em 20 edições da Copa – a melhor colocação foi o quarto lugar em 1986, no México.

Em campo, a Bélgica não sentiu a pressão exercida pela fanática torcida da Grécia em Atenas. Soube controlar o jogo na maior parte do tempo e fez os gols na hora certa. No segundo tempo, aos 25 minutos, Jan Vertonghen abriu o placar em um chute de fora da área. Os gregos empataram pouco tempo depois com Zeca, aos 28, mas aí apareceu a estrela do centroavante Romelu Lukaku, que definiu a vitória e a classificação belga com um gol de cabeça aos 29.

O resultado foi desastroso para a Grécia, que perdeu também a segunda colocação da chave para a Bósnia-Herzegovina. Com 13 pontos, os gregos estão agora um atrás dos bósnios, que neste domingo enfrentaram a fraca seleção de Gibraltar e golearam, mesmo fora de casa, por 4 a 0. O centroavante Edi Dzeko, da Roma, marcou duas vezes.

Nas duas últimas rodadas, em outubro, a Bósnia-Herzegovina terá a missão de encarar a Bélgica, em casa, e a Estônia como visitante para se garantir na segunda posição. A Grécia jogará contra Chipre, fora, e Gibraltar como mandante.

Suíça e Portugal

No Grupo B, tudo a mesma coisa para Suíça e Portugal. Os dois primeiros colocados, disparados na chave e fazendo um duelo particular pela vaga direta na Copa do Mundo, venceram neste domingo como visitantes. Os suíços, líderes com 24 pontos, bateram a Letônia por 3 a 0. E Portugal, com Cristiano Ronaldo em campo, fez 1 a 0 na Hungria, em Budapeste, e subiu para 21.

Na vitória portuguesa, o gol da vitória foi marcado pelo atacante André Silva, do Barcelona, aos três minutos do segundo tempo, após cruzamento da direita de Cristiano Ronaldo. No triunfo suíço, Haris Seferovic, Blerim Dzemaili e Ricardo Rodriguez (em cobrança de pênalti) marcaram.

Em outubro, no dia 10, Portugal e Suíça se enfrentarão pela 10ª e última rodada com mando português. Antes, no dia 7, os portugueses serão visitantes contra Andorra e os suíços receberão a Hungria. Se nada de diferente acontecer, o confronto direto entre os dois países será decisivo para a classificação direta ao Mundial da Rússia.