Botafogo derrota o Sport no Engenhão e sobe para o sexto lugar no Brasileirão

  • Por Estadão Conteúdo
  • 18/07/2017 09h28
Botafogo conseguiu a vitória contra o Sport e subiu na tabela do Brasileirão

O Botafogo segue em ascensão no Campeonato Brasileiro. Nesta segunda-feira (17), derrotou o Sport por 2 a 1, no estádio do Engenhão, no Rio, no encerramento da 14.ª rodada, e galgou colocações na tabela de classificação. É agora o sexto colocado com 22 pontos, dentro do G6 – a zona dos times que hoje teriam vaga na próxima edição da Copa Libertadores.

Foi a segunda vitória seguida do Botafogo neste Brasileirão – a anterior foi no clássico contra o Fluminense – e o terceiro jogo sem derrota. Pela 15.ª rodada, a busca por mais um triunfo será contra o Atlético Paranaense, nesta quinta-feira, às 21 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba.

O Sport só tem a lamentar com o resultado negativo no Rio. Perdeu uma série de seis vitórias consecutivas – quatro pelo Brasileirão, uma pela Copa Sul-Americana e uma na decisão do Campeonato Pernambucano contra o Salgueiro – e desperdiçou a chance de assumir a terceira colocação do Nacional. Com 21 pontos, caiu da quinta posição para o oitavo lugar.

A recuperação pode vir nas duas próximas rodadas, em que jogará como mandante. Nesta quinta-feira, às 20 horas, receberá o Atlético Goianiense, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife. No domingo, às 16 horas, o adversário será o Palmeiras, mas o duelo será na Arena Pernambuco, também na capital pernambucana.

Em campo, o jogo começou de forma eletrizante. Logo no primeiro minuto, o Botafogo abriu o placar. Gilson cobrou falta pela esquerda, Joel Carli ajeitou de cabeça e Rodrigo Lindoso mandou para a rede. O problema no lance é que a bola ainda desviou em Roger, em posição irregular. Aos 7, o empate do Sport. O zagueiro Durval chutou cruzado, Jefferson defendeu parcialmente, espalmando para a frente, e Rithely chutou forte no ângulo.

Depois dos dois gols, os times diminuíram o ritmo e buscaram as jogadas ofensivas com mais paciência no toque de bola. O Botafogo foi mais incisivo e teve algumas chances, bem defendidas pelo goleiro Agenor, substituindo o titular Magrão. O Sport só assustou em um chute do centroavante André, que passou rente à trave de Jefferson.

No segundo tempo, o panorama era o mesmo. O Botafogo era melhor, tinha mais volume de jogo, mas pouca criatividade. Só quando entrou o atacante Guilherme, aos 18 minutos, é que as coisas melhoraram. Aos 24, ele marcou o gol da vitória botafoguense. Após belo passe de Roger pelo meio, Guilherme chutou cruzado para marcar o segundo.

Precisando de gols, o técnico Vanderlei Luxemburgo mandou o Sport para a frente, mas o time não teve forças. E ainda correu o risco de levar mais em chances desperdiçadas em uma cabeçada de Rodrigo Pimpão, defendida por Agenor, e em um chute no travessão de João Paulo.