Brasil decepciona e só empata com a Venezuela sob vaias em Salvador

  • Por Jovem Pan
  • 18/06/2019 23h27 - Atualizado em 18/06/2019 23h30
CRISTIANO ANDUJAR/Estadão Conteúdoseleção brasileira empata com a Venezuela

O Brasil decepcionou a torcida baiana e só empatou por 0 x 0 com a Venezuela, na noite desta terça-feira (18), em Salvador, pela 2ª rodada da Copa América.

A seleção brasileira começou a partida dominando e indo para cima dos venezuelanos. Até os 15 minutos do primeiro tempo, os comandados de Tite tinham 81% de posse de bola. O problema ficava por conta da falta de objetividade. Foram apenas 3 finalizações até os 20 minutos, apesar de jogar quase todo o tempo no campo de ataque.

Completamente fechada, a Venezuela apostava na velocidade ou em alguma falha brasileira. O gol da seleção vinho tinto quase saiu aos 18 minutos, quando Rondón (1,89m) ganhou de Marquinhos (1,83m) alto e cabeceou. A bola passou raspando a trave de Alisson.  Arthur era o dono do meio brasileiro. O volante do Barcelona acertou 51 dos 52 passes que tentou.

O Brasil até balançou as redes da Venezuela com Roberto Firmino. Daniel Alves recebeu e cruzou bem. Firmino dominou, girou, chutou e fez o gol, mas o árbitro Julio Bascuñan apitou falta do atacante brasileiro. A seleção saiu para o intervalo entre vaias e aplausos.

A seleção brasileira voltou do intervalo pressionando e chegou a marcar aos 15 minutos, mas o VAR entrou em jogo e anulou o gol de Gabriel Jesus. O atacante do Manchester CIity tentou tocar para Coutinho dentro da área, a bola bateu no zagueiro e sobrou para Firmino, em impedimento. O jogador do Liverpool cruzou e Jesus finalizou para o gol. Depois da revisão, Julio Bascuñan anulou o gol.

Após o gol anulado, a torcida em Salvador começou a gritar o nome de Everton Cebolinha. Por outro lado, Philippe Coutinho vivia uma noite muito ruim, errando praticamente tudo que tentava. O Brasil continuava esbarrando na defesa venezuelana. Eram 12 finalizações até os 27 do segundo tempo, contra 5 da Venezuela.

Os comandados de Tite mantinham a posse de bola – era 70% aos 37 do segundo tempo -, mas pouco ameaçavam o gol venezuelano. Com o péssimo futebol apresentado pela seleção brasileira, as vaias tomaram conta da Fonte Nova na reta final da partida. Ainda deu tempo para a seleção ter o segundo gol anulado pelo VAR. Depois de uma jogada sensacional de Everton Cebolinha, que passou de passagem pela zaga venezuelana, Coutinho empurrou para as redes, mas a bola desviou em Firmino, que estava em posição irregular.

Com o empate, o Brasil chega a quatro pontos e lidera o grupo A, empatado com o Peru, que também tem 4 pontos.  As equipes se encontram para definir o primeiro lugar do grupo no próximo sábado (22), às 16h, na Arena Corinthians.

Ficha técnica Brasil x Venezuela

Brasil

Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís; Casemiro (Fernandinho), Arthur e Philippe Coutinho; David Neres (Everton Cebolinha), Richarlison (Gabriel Jesus) e Firmino

Técnico: Tite

Cartões Amarelos: Casemiro

Venezuela

Fariñez; Rosales, Osorio, Villanueva e Hernández; Moreno, Herrera (Soteldo), Rincón, Manchís (Figueras) e Murillo; Rondón (Martínez)

Técnico: Rafael Dudamel

Cartões Amarelos: Murillo e Figuera

Público: 39.622 pagantes / 2.965 não pagantes

Renda: R$ 8.734.480,00